O que há de novo no Python 3.9

Versão

3.9.7

Data

setembro 19, 2021

Editor

Łukasz Langa

Esse artigo explica os novos recursos no Python 3.9, comparado ao 3.8. O Python 3.9 foi lançado em 5 de outubro de 2020.

Para detalhes completos, veja o changelog.

Ver também

PEP 596 - Python 3.9 Release Schedule

Resumo – Destaques da versão

Novos recursos de sintaxe:

  • PEP 584, operadores de união adicionados ao dict;

  • PEP 585, type hinting genéricos em coleções comuns;

  • PEP 614, restrições de gramática relaxadas em decoradores.

Novos recursos embutidos:

  • PEP 616, métodos de strings para remover prefixos e sufixos.

Novos recursos na biblioteca padrão:

  • PEP 593, anotações flexíveis de função e variável;

  • os.pidfd_open() adicionada para permitidos gerenciamento de processo sem corridas e sinais.

Melhorias no interpretador:

  • PEP 573, acesso rápido ao estado do módulo a partir de métodos de tipos de extensão C;

  • PEP 617, CPython agora usa um novo analisador sintático com base em GASE;

  • vários tipos embutidos do Python (range, tuple, set, frozenset, list, dict) estão agora mais rápidos usando vectorcall da PEP 590;

  • coleta de lixo não causa bloqueio em objetos ressuscitados;

  • vários módulos do Python (_abc, audioop, _bz2, _codecs, _contextvars, _crypt, _functools, _json, _locale, math, operator, resource, time, _weakref) agora usam inicialização multifásica conforme definido pela PEP 489;

  • vários módulos da biblioteca padrão (audioop, ast, grp, _hashlib, pwd, _posixsubprocess, random, select, struct, termios, zlib) estão agora usando a ABI estável definida pela PEP 384.

Novos módulos de biblioteca:

  • PEP 615, o banco de dados de fusos horários da IANA é agora apresentado na biblioteca padrão no módulo zoneinfo;

  • uma implementação de um tipo topológico de um grafo agora é fornecida no novo módulo graphlib.

Alterações no processo de lançamento:

  • PEP 602, CPython adota um ciclo de lançamento anual.

Você deve verificar DeprecationWarning no seu código

Quando o Python 2.7 ainda tinha suporte, muitas funcionalidades do Python 3 foram mantidas para compatibilidade com versões anteriores do Python 2.7. Com o fim do suporte ao Python 2, essas camadas de compatibilidade com versões anteriores foram removidas ou serão removidas em breve. A maioria deles emitia um aviso de DeprecationWarning por vários anos. Por exemplo, usar collections.Mapping em vez de collections.abc.Mapping emite uma DeprecationWarning desde Python 3.3, lançado em 2012.

Teste sua aplicação com a opção de linha de comando -W default para ver DeprecationWarning e PendingDeprecationWarning, ou mesmo com -W error para tratá-los como erros. Filtro de avisos pode ser usado para ignorar avisos de código de terceiros.

Python 3.9 é a última versão que fornece essas camadas de compatibilidade com versões anteriores do Python 2, para dar mais tempo aos mantenedores de projetos Python para organizar a remoção do suporte Python 2 e adicionar suporte para Python 3.9.

Aliases para classes bases abstratas no módulo collections, como o alias collections.Mapping para collections.abc.Mapping, são mantidos para uma última versão para compatibilidade reversa. Eles serão removidos do Python 3.10.

De maneira mais geral, experimente executar seus testes no Modo de Desenvolvimento do Python, que ajuda a preparar seu código para torná-lo compatível com a próxima versão do Python.

Observação: vários itens descontinuados pré-existentes também foram removidos nesta versão do Python. Consulte a seção Removidos.

Novas funcionalidades

Operadores de mesclagem & atualização de dicionário

Operadores de mesclagem (|) e atualização (|=) foram adicionados à classe embutida dict. Eles complementam o métodos dict.update e {**d1, **d2} existentes de mesclagem de dicionários.

Exemplo:

>>> x = {"key1": "value1 from x", "key2": "value2 from x"}
>>> y = {"key2": "value2 from y", "key3": "value3 from y"}
>>> x | y
{'key1': 'value1 from x', 'key2': 'value2 from y', 'key3': 'value3 from y'}
>>> y | x
{'key2': 'value2 from x', 'key3': 'value3 from y', 'key1': 'value1 from x'}

Veja PEP 584 para uma descrição completa. (Contribuição de Brandt Bucher em bpo-36144.)

Novos métodos de strings para remover prefixos e sufixos

str.removeprefix(prefix) e str.removesuffix(suffix) foram adicionados para remover facilmente um prefixo ou sufixo desnecessário de uma string. Os métodos correspondentes bytes, bytearray e collections.UserString também foram adicionados. Veja PEP 616 para uma descrição completa. (Contribuição de Dennis Sweeney em bpo-39939.)

Type hinting genéricos nas coleções padrão

Agora, nas anotações de tipo, você pode usar tipos de coleção embutidos como list e dict como tipos genéricos, em vez de importar os tipos de letras maiúsculas correspondentes (por exemplo, List ou Dict) de typing. Agora, outros tipos na biblioteca padrão também são genéricos, por exemplo, queue.Queue.

Exemplo:

def greet_all(names: list[str]) -> None:
    for name in names:
        print("Hello", name)

Consulte PEP 585 para mais detalhes. (Contribuição de Guido van Rossum, Ethan Smith e Batuhan Taşkaya em bpo-39481.)

Novo analisador sintático

O Python 3.9 usa um novo analisador, baseado em GASE em vez de LL(1). O desempenho do novo analisador é aproximadamente comparável ao do analisador antigo, mas o formalismo do GASE é mais flexível que do LL(1) quando se trata de projetar novos recursos de linguagem. Começaremos a usar essa flexibilidade no Python 3.10 e posterior.

O módulo ast usa o novo analisador e produz o mesmo AST que o analisador antigo.

No Python 3.10, o analisador antigo será excluído e todas as funcionalidades que dependem dele (principalmente o módulo parser, que foi descontinuado a muito tempo). No Python 3.9 apenas, você pode voltar ao analisador LL(1) usando uma opção de linha de comando (-X oldparser) ou uma variável de ambiente (PYTHONOLDPARSER=1).

Consulte PEP 617 para mais detalhes. (Contribuição de Guido van Rossum, Pablo Galindo e Lysandros Nikolaou em bpo-40334.)

Outras mudanças na linguagem

  • __import__() agora levanta ImportError em vez de ValueError, o que é usado para ocorrer quando uma importação relativa passou de seu um pacote de nível superior. (Contribuição de Ngalim Siregar em bpo-37444.)

  • Agora, o Python obtém o caminho absoluto do nome do arquivo do script especificado na linha de comando (p.ex., python3 script.py): o atributo __file__ do módulo __main__ tornou-se um caminho absoluto, não um caminho relativo. Esses caminhos agora permanecem válidos depois que o diretório atual é alterado por os.chdir(). Como efeito colateral, o traceback também exibe o caminho absoluto para quadros de módulos de __main__ neste caso. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-20443.)

  • No Modo de Desenvolvimento do Python e na compilação de depuração, os argumentos encoding e errors agora são verificados quanto às operações de codificação e decodificação de strings. Exemplos: open(), str.encode() e bytes.decode().

    Por padrão, para obter o melhor desempenho, o argumento errors é verificado apenas no primeiro erro de codificação/decodificação, e o argumento encoding às vezes é ignorado para strings vazias. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-37388.)

  • "".replace("", s, n) agora retorna s em vez de uma string vazia para todos n não zero. Isso é agora consistente com "".replace("", s). Há alterações similares para objetos bytes e bytearray. (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-28029.)

  • Qualquer expressão válida agora pode ser usada como decorador. Anteriormente, a gramática era muito mais restritiva. Veja PEP 614 para detalhes. (Contribuição de Brandt Bucher em bpo-39702.)

  • Aprimorada a ajuda para o módulo digitando. Agora, as linhas de documento são mostradas para todos os formulários especiais e aliases genéricos especiais (como Union e List). Usando help() com alias genérico como List[int] mostrará a ajuda para o tipo concreto correspondente (neste caso, list). (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-40257.)

  • A execução paralela de aclose() / asend() / athrow() é agora proibida e ag_running agora reflete o status atual de execução do gerador async. (Contribuição de Yury Selivanov em bpo-30773.)

  • Erros inesperados ao chamar o método __iter__ não são mais mascarados por TypeError no operador in e nas funções contains(), indexOf() e countOf() do módulo operator. (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-40824.)

  • Expressões lambda sem parênteses não podem mais ser a parte da expressão em uma cláusula if em compreensões e expressões geradoras. Veja bpo-41848 e bpo-43755 para detalhes.

Novos módulos

zoneinfo

O módulo zoneinfo oferece suporte ao banco de dados de fuso horário da IANA para a biblioteca padrão. Ele adiciona zoneinfo.ZoneInfo, uma implementação concreta datetime.tzinfo, apoiada pelos dados do fuso horário do sistema.

Exemplo:

>>> from zoneinfo import ZoneInfo
>>> from datetime import datetime, timedelta

>>> # Daylight saving time
>>> dt = datetime(2020, 10, 31, 12, tzinfo=ZoneInfo("America/Los_Angeles"))
>>> print(dt)
2020-10-31 12:00:00-07:00
>>> dt.tzname()
'PDT'

>>> # Standard time
>>> dt += timedelta(days=7)
>>> print(dt)
2020-11-07 12:00:00-08:00
>>> print(dt.tzname())
PST

Como fonte alternativa de dados para plataformas que não entregam o banco de dados da IANA, o módulo tzdata foi lançado como um pacote inicial – distribuído via PyPI e mantido pela equipe principal do CPython.

Ver também

PEP 615 – Suporte ao banco de dados de fuso horário da IANA na biblioteca padrão

PEP escrita e implementada por Paul Ganssle

graphlib

Um novo módulo, graphlib, foi adicionado contendo a classe graphlib.TopologicalSorter para oferecer funcionalidade de realizar classificação topológica de grafos. (Contribuição de Pablo Galindo, Tim Peters e Larry Hastings em bpo-17005.)

Módulos melhorados

ast

Adicionada a opção indent a dump(), que permite produzir uma saída indentada com várias linhas. (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-37995.)

Adicionada ast.unparse() como uma função no módulo ast que pode ser usado para remover um objeto ast.AST e produzir uma string com código que produziria um objeto ast.AST equivalente quando analisado. (Contribuição de Pablo Galindo e Batuhan Taskaya em bpo-38870.)

Adicionadas docstrings aos nós AST que contêm a assinatura ASDL usada para construir esse nó. (Contribuição de Batuhan Taskaya em bpo-39638.)

asyncio

Devido a significativas preocupações de segurança, o parâmetro reuse_address de asyncio.loop.create_datagram_endpoint() não é mais suportado. Isso ocorre devido ao comportamento da opção de soquete SO_REUSEADDR no UDP. Para mais detalhes, consulte a documentação de loop.create_datagram_endpoint(). (Contribuição de Kyle Stanley, Antoine Pitrou e Yury Selivanov em bpo-37228.)

Adicionada uma nova corrotina shutdown_default_executor() que agenda um desligamento para o executor padrão que espera na ThreadPoolExecutor para concluir o fechamento. Além disso, asyncio.run() foi atualizada para usar o novo corrotina. (Contribuição de Kyle Stanley em bpo-34037.)

Adicionada asyncio.PidfdChildWatcher, uma implementação de monitorador de filhos específica do Linux que controla descritores de arquivo de processo. (bpo-38692)

Adicionada uma nova corrotina asyncio.to_thread(). É usada principalmente para executar funções vinculadas à E/S em uma thread separada para evitar o bloqueio do loop de eventos e funciona essencialmente como uma versão de alto nível de run_in_executor() que pode receber argumentos nomeados diretamente. (Contribuição de Kyle Stanley e Yury Selivanov em bpo-32309.)

Ao cancelar a tarefa devido a um tempo limite, asyncio.wait_for() irá agora esperar até que o cancelamento seja concluído também no caso quando timeout é <= 0, como acontece com tempos limite positivos. (Contribuição de Elvis Pranskevichus em bpo-32751.)

asyncio agora levanta TyperError ao chamar métodos incompatíveis com um soquete ssl.SSLSocket. (Contribuição de Ido Michael em bpo-37404.)

compileall

Adicionada nova possibilidade de usar hardlinks para arquivos .pyc duplicados: parâmetro hardlink_dupes e opção de linha de comando –hardlink-dupes. (Contribuição de Lumír ‘Frenzy’ Balhar em bpo-40495.)

Adicionadas novas opções para manipulação de caminho nos arquivos .pyc resultantes: parâmetros stripdir, prependdir, limit_sl_dest e opções de linha de comando -s, -p, -e. Foi adicionada a possibilidade de especificar a opção para um nível de otimização várias vezes. (Contribuição de Lumír ‘Frenzy’ Balhar em bpo-38112.)

concurrent.futures

Adicionado um novo parâmetro cancel_futures em concurrent.futures.Executor.shutdown() que cancela todos os futuros pendentes que ainda não começaram a ser executados, em vez de esperar que eles sejam concluídos antes de desligar o executor. (Contribuição de Kyle Stanley em bpo-39349.)

Removidos as threads do daemon de ThreadPoolExecutor e ProcessPoolExecutor. Isso melhora a compatibilidade com subinterpretadores e a previsibilidade em seus processos de desligamento. (Contribuição de Kyle Stanley em bpo-39812.)

Workers em ProcessPoolExecutor agora são gerados sob demanda, apenas quando não há workers ociosos disponíveis para reutilização. Isso otimiza a sobrecarga da inicialização e reduz a quantidade de tempo perdido da CPU para os workers ociosos. (Contribuição de Kyle Stanley em bpo-39207.)

curses

Adicionadas as funções curses.get_escdelay(), curses.set_escdelay(), curses.get_tabsize() e curses.set_tabsize(). (Contribuição de Anthony Sottile em bpo-38312.)

datetime

Os métodos isocalendar() de datetime.date e isocalendar() de datetime.datetime agora retornam uma namedtuple() em vez de uma tuple. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-24416.)

distutils

O comando upload agora cria digests de hash SHA2-256 e Blake2b-256. Ele pula o MD5 em plataformas que bloqueiam digest do MD5. (Contribuição de Christian Heimes em bpo-40698.)

fcntl

Adicionadas as constantes F_OFD_GETLK, F_OFD_SETLK e F_OFD_SETLKW. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-38602.)

ftplib

FTP e FTP_TLS agora levantam a ValueError se o tempo limite especificado para o construtor for zero para impedir a criação de um soquete não-bloqueante. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-39259.)

gc

Quando o coletor de lixo faz uma coleção na qual alguns objetos ressuscitam (são alcançáveis fora dos ciclos isolados após a execução dos finalizadores), não bloqueia a coleção de todos os objetos que ainda estão inacessíveis. (Contribuição de Pablo Galindo e Tim Peters em bpo-38379.)

Adicionada uma nova função gc.is_finalized() para verificar se um objeto foi finalizado pelo coletor de lixo. (Contribuição de Pablo Galindo em bpo-39322.)

hashlib

O módulo hashlib pode agora usar hashes SHA3 e SHAKE XOF de OpenSSL quando disponível. (Contribuição de Christian Heimes em bpo-37630.)

Os módulos hash integrados agora podem ser desativados com ./configure --without-builtin-hashlib-hashes ou ativados seletivamente com por exemplo ./configure --with-builtin-hashlib-hashes=sha3,blake2 para forçar o uso da implementação baseada em OpenSSL. (Contribuição de Christian Heimes em bpo-40479)

http

Códigos de status HTTP 103 EARLY_HINTS, 418 IM_A_TEAPOT e 425 TOO_EARLY foram adicionados a http.HTTPStatus. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-39509 e Ross Rhodes em bpo-39507.)

IDLE e idlelib

Adicionada a opção para ativar e desativar o piscar do cursor. (Contribuição de Zackery Spytz na bpo-4603.)

A tecla Escape agora fecha as janelas de conclusão IDLE. (Contribuição de Johnny Najera em bpo-38944.)

Adicionada argumentos nomeados à lista de completamento de nome de módulo. (Contribuição de Terry J. Reedy em bpo-37765.)

As alterações acima foram portadas para versões de manutenção do 3.8.

imaplib

IMAP4 e IMAP4_SSL agora possuem o parâmetro opcional timeout para seus construtores. Também, o método open() agora possui um parâmetro opcional timeout com esta alteração. Os métodos substituídos de IMAP4_SSL e IMAP4_stream foram aplicados nesta alteração. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-38615.)

imaplib.IMAP4.unselect() foi adicionado. imaplib.IMAP4.unselect() libera os recursos do servidor associados à caixa de correio selecionada e retorna o servidor ao estado autenticado. Este comando executa as mesmas ações que imaplib.IMAP4.close(), exceto que nenhuma mensagem é removida permanentemente da caixa de correio selecionada no momento. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-40375.)

importlib

Para melhorar a consistência com as instruções de importação, importlib.util.resolve_name() agora levanta ImportError em vez de ValueError para tentativas de importação relativas inválidas. (Contribuição de Ngalim Siregar em bpo-37444.)

Carregadores de importação que publicam objetos de módulo imutáveis agora podem publicar pacotes imutáveis além de módulos individuais. (Contribuição de Dino Viehland em bpo-39336.)

Adicionada a função importlib.resources.files() com suporte a subdiretórios nos dados do pacote, correspondendo ao backport na versão 1.5 do importlib_resources. (Contribuição de Jason R. Coombs em bpo-39791.)

Renovado importlib.metadata de importlib_metadata versão 1.6.1.

inspect

inspect.BoundArguments.arguments foi alterado de OrderedDict para dict regular. (Contribuição de Inada Naoki em bpo-36350 e bpo-39775.)

ipaddress

ipaddress agora suporta endereços IPv6 com escopo definido (endereço IPv6 com sufixo %<scope_id>).

Os endereços IPv6 com escopo definido podem ser analisados usando ipaddress.IPv6Address. Se presente, o ID da zona de escopo está disponível através do atributo scope_id. (Contribuição de Oleksandr Pavliuk em bpo-34788.)

A partir do Python 3.9.5, o módulo ipaddress não aceita mais zeros à esquerda em strings de endereço IPv4. (Contribuição de Christian Heimes em bpo-36384).

math

Expandida a função math.gcd() para manipular vários argumentos. Anteriormente, tinha suporte apenas a dois argumentos. (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-39648.)

Adicionada math.lcm(): retorna o menor múltiplo comum dos argumentos especificados. (Contribuição de Mark Dickinson, Ananthakrishnan e Serhiy Storchaka em bpo-39479 e :issue:` 39648`.)

Adicionada math.nextafter(): retorna o próximo valor de ponto flutuante após x em direção a y. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39288.)

Adicionada math.ulp(): retorna o valor do bit menos significativo de um ponto flutuante. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39310.)

multiprocessing

A classe multiprocessing.SimpleQueue tem um novo método close() para fechar explicitamente a fila. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-30966.)

nntplib

NNTP e NNTP_SSL agora levantam uma exceção ValueError se o tempo limite fornecido ao construtor é zero, para prevenir a criação de um socket não-bloqueante. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-39259.)

os

Adicionadas as constantes CLD_KILLED e CLD_STOPPED para si_code. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-38493.)

Exposta os.pidfd_open() específica do Linux (bpo-38692) e os.P_PIDFD (bpo-38713) para gerenciamento de processos com descritores de arquivo.

A função os.unsetenv() agora também está disponível no Windows. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39413.)

As funções os.putenv() e os.unsetenv() estão agora sempre disponíveis. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39395.)

Adicionada a função os.waitstatus_to_exitcode(): converte um status de espera em um código de saída. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-40094.)

pathlib

Adicionado pathlib.Path.readlink (), que age de maneira semelhante a os.readlink(). (Contribuição de Girts Folkmanis em :issue: 30618)

pdb

No Windows, agora Pdb tem suporte a ~/.pdbrc. (Contribuição de Tim Hopper e Dan Lidral-Porter em bpo-20523.)

poplib

POP3 e POP3_SSL agora levantam a ValueError se o tempo limite especificado para o construtor for zero para impedir a criação de um soquete sem bloqueio. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-39259.)

pprint

pprint agora pode imprimir types.SimpleNamespace. (Contribuição de Carl Bordum Hansen em bpo-37376.)

pydoc

A string de documentação agora é mostrada não apenas para classe, função, método etc, mas para qualquer objeto que tenha seu próprio atributo __doc__. (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-40257.)

random

Adicionado um novo método random.Random.randbytes: gera bytes aleatórios. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-40286.)

signal

Exposta a signal.pidfd_send_signal() específica do Linux para enviar sinais a um processo usando um descritor de arquivo em vez de um pid. (bpo-38712)

smtplib

SMTP e SMTP_SSL agora levantam uma ValueError se o tempo limite especificado para seu construtor for zero para impedir a criação de um soquete sem bloqueio. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-39259.)

O construtor de LMTP agora tem um parâmetro opcional timeout. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-39329.)

socket

O módulo socket agora exporta a constante CAN_RAW_JOIN_FILTERS no Linux 4.1 e superior. (Contribuição de Stefan Tatschner e Zackery Spytz em bpo-25780.)

O módulo socket agora suporta o protocolo CAN_J1939 nas plataformas que o suportam. (Contribuição de Karl Ding em bpo-40291.)

O módulo socket agora tem as funções socket.send_fds() e socket.recv_fds(). (Contribuição de Joannah Nanjekye, Shinya Okano e Victor Stinner em bpo-28724.)

time

No AIX, thread_time() agora é implementado com thread_cputime() que possui resolução de nanossegundos, em vez de clock_gettime(CLOCK_THREAD_CPUTIME_ID), que tem uma resolução de 10 ms. (Contribuição de Batuhan Taskaya em bpo-40192)

sys

Adicionado um novo atributo sys.platlibdir: nome do diretório da biblioteca específica da plataforma. É usado para construir o caminho da biblioteca padrão e os caminhos dos módulos de extensão instalados. É igual a "lib" na maioria das plataformas. No Fedora e SuSE, é igual a "lib64" nas plataformas de 64 bits. (Contribuição de Jan Matějek, Matěj Cepl, Charalampos Stratakis e Victor Stinner em bpo-1294959.)

Anteriormente, sys.stderr era armazenado em buffer quando não interativo. Agora, stderr assume como padrão sempre o buffer de linha. (Contribuição de Jendrik Seipp em bpo-13601.)

tracemalloc

Adicionada tracemalloc.reset_peak() para definir o tamanho do pico dos blocos de memória rastreados para o tamanho atual, para medir o pico de partes específicas do código. (Contribuição de Huon Wilson em bpo-40630.)

typing

PEP 593 introduziu um tipo typing.Annotated para decorar tipos existentes com metadados específicos de contexto e o novo parâmetro include_extras para typing.get_type_hints() para acessar os metadados em tempo de execução. (Contribuição de Till Varoquaux e Konstantin Kashin.)

unicodedata

O banco de dados Unicode foi atualizado para a versão 13.0.0. (bpo-39926).

venv

Os scripts de ativação fornecidos por venv agora especificam sua personalização de prompt de forma consistente, sempre usando o valor especificado por __VENV_PROMPT__. Anteriormente, alguns scripts usavam incondicionalmente __VENV_PROMPT__, outros apenas se fosse definido (que era o caso padrão) e um usava __VENV_NAME__. (Contribuição de Brett Cannon em bpo-37663.)

xml

Os caracteres de espaço em branco nos atributos agora são preservados ao serializar xml.etree.ElementTree para o arquivo XML. EOLNs não são mais normalizados para “n”. Este é o resultado da discussão sobre como interpretar a seção 2.11 da especificação XML. (Contribuição de Mefistotelis em bpo-39011.)

Otimizações

  • Otimizado o idioma para atribuição de uma variável temporária nas compreensões. Agora for y in [expr] nas compreensões é tão rápido quanto uma atribuição simples y = expr. Por exemplo:

    sums = [s for s in [0] for x in data for s in [s + x]]

    Ao contrário do operador :=, este idioma não vaza uma variável para o escopo externo.

    (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-32856.)

  • Otimizada a manipulação de sinais em aplicações multithread. Se uma thread diferente da thread principal obtiver um sinal, o loop de avaliação do bytecode não será mais interrompido a cada instrução de bytecode para verificar se há sinais pendentes que não podem ser manipulados. Somente o segmento principal do interpretador principal pode manipular sinais.

    Anteriormente, o loop de avaliação do bytecode era interrompido em cada instrução até que a thread principal lidasse com os sinais. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-40010.)

  • Otimizado o módulo subprocess no FreeBSD usando closefrom(). (Contribuição de Ed Maste, Conrad Meyer, Kyle Evans, Kubilay Kocak e Victor Stinner em bpo-38061.)

  • PyLong_FromDouble() está agora até 1.87x mais rápido para valores que cabem em um long. (Contribuição de Sergey Fedoseev em bpo-37986.)

  • Vários componentes embutidos do Python (range, tuple, set, frozenset, list, dict) agora são acelerados usando o protocolo vectorcall da PEP 590. (Contribuição de Dong-hee Na, Mark Shannon, Jeroen Demeyer e Petr Viktorin em bpo-37207.)

  • Otimizada a difference_update() para o caso em que o outro conjunto é muito maior do que o conjunto base. (Sugestão de Evgeny Kapun com contribuição de código de Michele Orrù em bpo-8425.)

  • O alocador de pequenos objetos do Python (obmalloc.c) agora permite (não mais que) uma arena vazia para permanecer disponível para reutilização imediata, sem retorná-la ao sistema operacional. Isso evita o desperdiçar loops simples, onde uma arena pode ser criada e destruída novamente em cada iteração. (Contribuição de Tim Peters em bpo-37257.)

  • divisão pelo piso de operação flutuante agora tem um melhor desempenho. Além disso, a mensagem de ZeroDivisionError para esta operação foi atualizada. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-39434.)

  • A decodificação de strings curtas ASCII com codecs UTF-8 e ascii é agora cerca de 15% mais rápida. (Contribuição de Inada Naoki em bpo-37348.)

Aqui está um resumo das melhorias de desempenho do Python 3.4 ao Python 3.9:

Python version                       3.4     3.5     3.6     3.7     3.8    3.9
--------------                       ---     ---     ---     ---     ---    ---

Variable and attribute read access:
    read_local                       7.1     7.1     5.4     5.1     3.9    3.9
    read_nonlocal                    7.1     8.1     5.8     5.4     4.4    4.5
    read_global                     15.5    19.0    14.3    13.6     7.6    7.8
    read_builtin                    21.1    21.6    18.5    19.0     7.5    7.8
    read_classvar_from_class        25.6    26.5    20.7    19.5    18.4   17.9
    read_classvar_from_instance     22.8    23.5    18.8    17.1    16.4   16.9
    read_instancevar                32.4    33.1    28.0    26.3    25.4   25.3
    read_instancevar_slots          27.8    31.3    20.8    20.8    20.2   20.5
    read_namedtuple                 73.8    57.5    45.0    46.8    18.4   18.7
    read_boundmethod                37.6    37.9    29.6    26.9    27.7   41.1

Variable and attribute write access:
    write_local                      8.7     9.3     5.5     5.3     4.3    4.3
    write_nonlocal                  10.5    11.1     5.6     5.5     4.7    4.8
    write_global                    19.7    21.2    18.0    18.0    15.8   16.7
    write_classvar                  92.9    96.0   104.6   102.1    39.2   39.8
    write_instancevar               44.6    45.8    40.0    38.9    35.5   37.4
    write_instancevar_slots         35.6    36.1    27.3    26.6    25.7   25.8

Data structure read access:
    read_list                       24.2    24.5    20.8    20.8    19.0   19.5
    read_deque                      24.7    25.5    20.2    20.6    19.8   20.2
    read_dict                       24.3    25.7    22.3    23.0    21.0   22.4
    read_strdict                    22.6    24.3    19.5    21.2    18.9   21.5

Data structure write access:
    write_list                      27.1    28.5    22.5    21.6    20.0   20.0
    write_deque                     28.7    30.1    22.7    21.8    23.5   21.7
    write_dict                      31.4    33.3    29.3    29.2    24.7   25.4
    write_strdict                   28.4    29.9    27.5    25.2    23.1   24.5

Stack (or queue) operations:
    list_append_pop                 93.4   112.7    75.4    74.2    50.8   50.6
    deque_append_pop                43.5    57.0    49.4    49.2    42.5   44.2
    deque_append_popleft            43.7    57.3    49.7    49.7    42.8   46.4

Timing loop:
    loop_overhead                    0.5     0.6     0.4     0.3     0.3    0.3

Estes resultados foram gerados a partir do script de benchmark de acesso variável em: Tools/scripts/var_access_benchmark.py. O script de benchmark exibe tempos em nanossegundos. Os benchmarks foram medidos em um processador Intel® Core ™ i7-4960HQ <https://ark.intel.com/content/www/us/en/ark/products/76088/intel-core-i7-4960hq-processor-6m-cache-up-to-3-80-ghz.html>`_ executando as compilações do macOS de 64 bits encontradas em python.org.

Descontinuados

  • O comando bdist_msi do distutils está agora descontinuado, use bdist_wheel (pacotes wheel). (Contribuição de Hugo van Kemenade em bpo-39586.)

  • Atualmente math.factorial() aceita instâncias da float com valores inteiros não negativos (como 5.0). Ela levanta uma ValueError para flutuadores não integrais e negativos. Agora está descontinuado. Nas versões futuras do Python, será levantada uma TypeError para todos os flutuadores. (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-37315.)

  • Os módulos parser e symbol foram descontinuados e serão removidos em versões futuras do Python. Para a maioria dos casos de uso, os usuários podem aproveitar o estágio de geração e compilação da Árvores de Sintaxe Abstrata (AST), usando o módulo ast.

  • As funções públicas de API C PyParser_SimpleParseStringFlags(), PyParser_SimpleParseStringFlagsFilename(), PyParser_SimpleParseFileFlags() e PyNode_Compile() foram descontinuados e serão removidos no Python 3.10 junto com o analisador sintático antigo.

  • O uso de NotImplemented em um contexto booleano foi descontinuado, pois é quase exclusivamente o resultado de implementações incorretas de comparadores avançados. Isso será tornado em uma TypeError em uma versão futura do Python. (Contribuição de Josh Rosenberg em bpo-35712.)

  • O módulo random atualmente aceita qualquer tipo hasheável como um possível valor inicial. Infelizmente, alguns desses tipos não têm garantia de ter um valor de hash determinístico. Após o Python 3.9, o módulo restringirá suas sementes a None, int, float, str, bytes e bytearray.

  • A abertura do arquivo GzipFile para escrita sem especificar o argumento mode foi descontinuado. Nas versões futuras do Python, ele sempre será aberto para leitura por padrão. Especifique o argumento mode para abri-lo para escrever e silenciar um aviso. (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-28286.)

  • Descontinuado o método split() de _tkinter.TkappType a favor do método splitlist() que possui um comportamento mais consistente e previsível. (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-38371.)

  • A passagem explícita dos objetos da corrotina para asyncio.wait() foi descontinuada e será removida na versão 3.11. (Contribuição de Yury Selivanov e Kyle Stanley em bpo-34790.)

  • Os padrões binhex4 e hexbin4 agora estão obsoletos. O módulo binhex e as seguintes funções binascii foram descontinuadas:

    (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39353.)

  • As classes slice, Index e ExtSlice de ast são consideradas descontinuadas e serão removidas nas versões futuras do Python. O próprio value deve ser usado em vez de Index(value). Tuple(slices, Load()) deve ser usada em vez de ExtSlice(slices). (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-34822.)

  • As classes Suite, Param, AugLoad e AugStore de ast são consideradas descontinuadas e serão removidas nas versões futuras do Python. Elas não foram geradas pelo analisador sintático e não foram aceitos pelo gerador de código no Python 3. (Contribuição de Batuhan Taskaya em bpo-39639 e bpo-39969 e Serhiy Storchaka em bpo-39988.)

  • As funções PyEval_InitThreads() e PyEval_ThreadsInitialized() agora estão descontinuadas e serão removidas no Python 3.11. Chamar PyEval_InitThreads() agora não faz nada. O GIL é inicializado por Py_Initialize() desde o Python 3.7. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39877.)

  • Passar None como o primeiro argumento para a função shlex.split() foi descontinuada. (Contribuição de Zackery Spytz em bpo-33262.)

  • smtpd.MailmanProxy() está agora descontinuado, pois está inutilizável sem um módulo externo, mailman. (Contribuição de Samuel Colvin em bpo-35800.)

  • O módulo lib2to3 agora emite um PendingDeprecationWarning. Python 3.9 mudou para um analisador sintático GASE (veja PEP 617) e Python 3.10 pode incluir uma nova sintaxe de linguagem que não é analisável pelo analisador sintático LL(1) de lib2to3. O módulo lib2to3 pode ser removido da biblioteca padrão em uma versão futura do Python. Considere alternativas de terceiros, como LibCST ou parso. (Contribuição de Carl Meyer em bpo-40360.)

  • Adicionado o parâmetro random da random.shuffle() foi descontinuado. (Contribuição de Raymond Hettinger em bpo-40465)

Removidos

  • A versão errônea em unittest.mock.__version__ foi removida.

  • nntplib.NNTP: os métodos xpath() e xgtitle() foram removidos. Esses métodos foram descontinuados desde Python 3.3. Geralmente, essas extensões não são suportadas ou não são habilitadas pelos administradores do servidor NNTP. Para xgtitle(), use nntplib.NNTP.descriptions() ou nntplib.NNTP.description(). (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-39366.)

  • array.array: os métodos tostring() e fromstring() foram removidos. Eles eram aliases para tobytes() e frombytes(), descontinuado desde Python 3.2. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-38916.)

  • A função sys.callstats() não documentada foi removida. Desde o Python 3.7, ela foi descontinuada e sempre retornou None. É necessária uma opção de compilação especial CALL_PROFILE que já foi removida no Python 3.7. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-37414.)

  • As funções sys.getcheckinterval() e sys.setcheckinterval() foram removidas. Elas foram descontinuadas desde o Python 3.2. Use sys.getswitchinterval() e sys.setswitchinterval() em seu lugar. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-37392.)

  • A função C PyImport_Cleanup() foi removida. Foi documentada como: “Esvazia a tabela do módulo. Apenas para uso interno.” (Contribuição de Victor Stinner em bpo-36710.)

  • Os módulos _dummy_thread e dummy_threading foram removidos. Esses módulos foram descontinuados desde o Python 3.7, que requer suporte a threading. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-37312.)

  • aifc.openfp() alias para aifc.open(), sunau.openfp() alias para``sunau.open()`` e wave.openfp() alias para wave.open() foi removido. Eles foram descontinuados desde o Python 3.7. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-37320.)

  • O método isAlive() de threading.Thread foi removido. Ele foi descontinuado desde o Python 3.8. Use is_alive() ao invés. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-37804.)

  • Os métodos getchildren() e getiterator() das classes ElementTree e Element no módulo ElementTree foram removidos. Eles foram descontinuados no Python 3.2. Use iter(x) ou list(x) em vez de x.getchildren() e x.iter() ou list(x.iter()) em vez de x.getiterator(). (Contribuição Serhiy Storchaka no bpo-36543.)

  • A API antiga plistlib foi removida. Ela tinha sido descontinuada desde o Python 3.4. Use as funções load(), loads(), dump() e dumps(). Além disso, o parâmetro use_builtin_types foi removido, os objetos padrão bytes são sempre usados em seu lugar. (Contribuição de Jon Janzen em bpo-36409.)

  • A função C PyGen_NeedsFinalizing foi removida. Ela não foi documentada, testada ou usada em qualquer lugar dentro do CPython após a implementação de PEP 442. Patch de Joannah Nanjekye. (Contribuição de Joannah Nanjekye em bpo-15088)

  • base64.encodestring() e base64.decodestring(), aliases descontinuados desde Python 3.1, foram removidos: use base64.encodebytes() e base64.decodebytes(). (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39351.)

  • A função fractions.gcd() foi removida, foi descontinuado desde Python 3.5 (bpo-22486): use math.gcd() em seu lugar. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39350.)

  • O parâmetro buffering de bz2.BZ2File foi removido. Desde Python 3.0, ele era ignorado e ao usá-lo emitia uma DeprecationWarning. Passe um objeto arquivo aberto para controlar como o arquivo é aberto. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39357.)

  • O parâmetro encoding de json.loads() foi removido. A partir do Python 3.1, ele foi descontinuado e ignorado; usá-lo emitia uma DeprecationWarning desde Python 3.8. (Contribuição de Inada Naoki em bpo-39377)

  • As instruções with (await asyncio.lock): e with (yield from asyncio.lock): não são mais suportadas, use async with lock. O mesmo é se aplica para asyncio.Condition e asyncio.Semaphore. (Contribuição de Andrew Svetlov em bpo-34793.)

  • A função sys.getcounts(), a opção de linha de comando -X showalloccount e o campo show_alloc_count da estrutura C PyConfig foram removidos. Eles exigiram uma construção especial do Python definindo a macro COUNT_ALLOCS. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39489.)

  • O atributo _field_types da classe typing.NamedTuple foi removido. Ele foi descontinuado desde o Python 3.8. Use o atributo __annotations__. (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-40182.)

  • O método symtable.SymbolTable.has_exec() foi removido. Ele foi descontinuado desde 2006, e retornando apenas False quando é chamado. (Contribuição de Batuhan Taskaya em bpo-40208)

  • Os métodos asyncio.Task.current_task() e asyncio.Task.all_tasks() foram removidos. Eles foram descontinuados desde o Python 3.7 e você pode usar asyncio.current_task() e asyncio.all_tasks() em seu lugar. (Contribuição de Rémi Lapeyre em bpo-40967)

  • O método unescape() na classe html.parser.HTMLParser foi removido (foi descontinuado desde o Python 3.4). html.unescape() deve ser usada para converter referências de caracteres para os caracteres Unicode correspondentes.

Portando para Python 3.9

Esta seção lista as alterações descritas anteriormente e outras correções que podem exigir alterações no seu código.

Alterações na API Python

  • __import__() e importlib.util.resolve_name() agora levanta ImportError onde anteriormente levantava ValueError. Os chamadores capturando o tipo de exceção específico e suportando Python 3.9 e versões anteriores precisarão capturar ambas usando except (ImportError, ValueError):.

  • Os scripts de ativação venv não são mais casos especiais quando __VENV_PROMPT__ está definido como "".

  • O método select.epoll.unregister() não ignora mais o erro EBADF. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39239.)

  • O parâmetro compresslevel de bz2.BZ2File tornou-se uma parâmetro somente-nomeado, uma vez que o parâmetro buffering foi removido. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39357.)

  • AST simplificada para assinatura. Índices simples serão representados por seus valores, fatias estendidas serão representadas como tuplas. Index(value) retornará um value em si, ExtSlice(slices) retornará Tuple(slices, Load()). (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-34822.)

  • O módulo importlib agora ignora a variável de ambiente PYTHONCASEOK quando as opções de linha de comando -E ou -I estão sendo usadas.

  • O parâmetro encoding foi adicionado às classes ftplib.FTP e ftplib.FTP_TLS como um parâmetro somente-nomeado, e a codificação padrão foi alterada de Latin-1 para UTF-8 para siga RFC 2640.

  • asyncio.loop.shutdown_default_executor() foi adicionado a AbstractEventLoop, significando que laços de eventos alternativos que herdam dele devem ter este método definido. (Contribuição de Kyle Stanley em bpo-34037.)

  • Os valores constantes de futuras sinalizações no módulo __future__ são atualizados para evitar colisão com sinalizações do compilador. Anteriormente, PyCF_ALLOW_TOP_LEVEL_AWAIT estava em conflito com CO_FUTURE_DIVISION. (Contribuição de Batuhan Taskaya em bpo-39562)

  • array('u') agora usa wchar_t como tipo C em vez de Py_UNICODE. Esta mudança não afeta seu comportamento porque Py_UNICODE é um apelido de wchar_t desde Python 3.3. (Contribuição de Inada Naoki em bpo-34538.)

  • A API de logging.getLogger() agora retorna o logger raiz quando passado o nome 'root', enquanto anteriormente retornava um logger não-raiz chamado 'root'. Isso pode afetar casos onde o código do usuário deseja explicitamente um logger não-root chamado 'root', ou instancia um logger usando logging.getLogger(__name__) em algum módulo de nível superior chamado 'root.py'. (Contribuição de Vinay Sajip em bpo-37742.)

  • O tratamento de divisão de PurePath agora retorna NotImplemented ao invés de levantar um TypeError quando passado algo diferente de uma instância de str ou PurePath. Isso permite a criação de classes compatíveis que não herdam desses tipos mencionados. (Contribuição de Roger Aiudi em bpo-34775).

  • A partir do Python 3.9.5, o módulo ipaddress não aceita mais zeros à esquerda em strings de endereço IPv4. Os zeros à esquerda são ambíguos e interpretados como notação octal por algumas bibliotecas. Por exemplo, a função legada socket.inet_aton() trata os zeros à esquerda como notação octal. A implementação glibc de inet_pton() moderna não aceita nenhum zeros à esquerda. (Contribuição de Christian Heimes em bpo-36384).

  • codecs.lookup() agora normaliza o nome da codificação da mesma forma que encodings.normalize_encoding(), exceto que codecs.lookup() também converte o nome para minúsculas. Por exemplo, "latex+latin1" nome de codificação agora está normalizado para "latex_latin1". (Contribuição de Jordon Xu em bpo-37751.)

Alterações na API C

  • Instâncias de tipos alocados por heap (como aquelas criadas com PyType_FromSpec() e APIs semelhantes) mantêm uma referência para seu objeto de tipo desde o Python 3.8. Conforme indicado nas “Mudanças na API C” do Python 3.8, para a grande maioria dos casos, não deve haver nenhum efeito colateral, mas para os tipos que têm uma função personalizada tp_traverse, certifique-se de que todas as funções tp_traverse personalizadas de tipos alocados por heap visitam o tipo do objeto.

    Exemplo:

    int
    foo_traverse(foo_struct *self, visitproc visit, void *arg) {
    // Rest of the traverse function
    #if PY_VERSION_HEX >= 0x03090000
        // This was not needed before Python 3.9 (Python issue 35810 and 40217)
        Py_VISIT(Py_TYPE(self));
    #endif
    }
    

    Se sua função transversal delega para tp_traverse de sua classe base (ou outro tipo), certifique-se de que Py_TYPE(self) seja visitado apenas uma vez. Observe que apenas os tipos de heap devem visitar o tipo em tp_traverse.

    Por exemplo, se sua função tp_traverse inclui:

    base->tp_traverse(self, visit, arg)
    

    adicione:

    #if PY_VERSION_HEX >= 0x03090000
        // This was not needed before Python 3.9 (Python issue 35810 and 40217)
        if (base->tp_flags & Py_TPFLAGS_HEAPTYPE) {
            // a heap type's tp_traverse already visited Py_TYPE(self)
        } else {
            Py_VISIT(Py_TYPE(self));
        }
    #else
    

    (Veja bpo-35810 e bpo-40217 para mais informações.)

  • As funções PyEval_CallObject, PyEval_CallFunction, PyEval_CallMethod e PyEval_CallObjectWithKeywords foram descontinuadas. Use PyObject_Call() e suas variantes. (Veja mais detalhes em bpo-29548.)

Alterações de bytecode do CPython

  • O opcode LOAD_ASSERTION_ERROR foi adicionado para tratar a instrução assert. Anteriormente, a instrução assert não funcionava corretamente se a exceção AssertionError estivesse sendo ocultada. (Contribuição de Zackery Spytz em bpo-34880.)

  • O código de operação COMPARE_OP foi dividido em quatro instruções distintas:

    • COMPARE_OP para comparações ricas

    • IS_OP para testes “is” e “is not”

    • CONTAINS_OP para testes “in” e “not in”

    • JUMP_IF_NOT_EXC_MATCH para verificar exceções em instruções “try-except”.

    (Contribuição de Mark Shannon em bpo-39156.)

Alterações de compilação

  • Adicionada a opção --with-platlibdir ao script configure: nome do diretório de biblioteca específico da plataforma, armazenado no novo atributo sys.platlibdir. Veja o atributo sys.platlibdir para mais informações. (Contribuição de Jan Matějek, Matěj Cepl, Charalampos Stratakis e Victor Stinner em bpo-1294959.)

  • A macro especial de construção COUNT_ALLOCS foi removida. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39489.)

  • Em plataformas não Windows, as funções setenv() e unsetenv() agora são necessárias para construir o Python. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39395.)

  • Em plataformas não-Windows, a criação de instaladores bdist_wininst não possui mais suporte oficial. (Veja bpo-10945 para mais detalhes.)

  • Ao compilar Python no macOS a partir do código-fonte, _tkinter agora se vincula a frameworks Tcl e Tk não pertencentes ao sistema se eles estiverem instalados em /Library/Frameworks, como era o caso em versões mais antigas do macOS. Se um macOS SDK for explicitamente configurado, usando --enable-universalsdk= ou -isysroot, apenas o próprio SDK será pesquisado. O comportamento padrão ainda pode ser substituído com --with-tcltk-includes e --with-tcltk-libs. (Contribuição de Ned Deily em bpo-34956.)

  • Python pode agora ser construído para Windows 10 ARM64. (Contribuição de Steve Dower em bpo-33125.)

  • Alguns testes individuais agora são ignorados quando --pgo é usada. Os testes em questão aumentaram significativamente o tempo da tarefa de PGO e provavelmente não ajudaram a melhorar a otimização do executável final. Isso acelera a tarefa por um fator de cerca de 15x. A execução de todo o conjunto de testes de unidade é lenta. Esta mudança pode resultar em uma construção um pouco menos otimizada, uma vez que nem tantos ramos de código serão executados. Se você estiver disposto a esperar por uma construção muito mais lenta, o comportamento antigo pode ser restaurado usando ./configure [..] PROFILE_TASK="-m test --pgo-extended". Não oferecemos garantia de qual conjunto de tarefas de PGO produz uma construção mais rápida. Os usuários que se importam devem executar seus próprios benchmarks relevantes, pois os resultados podem depender do ambiente, da carga de trabalho e da cadeia de ferramentas do compilador. (Veja bpo-36044 e bpo-37707 para mais detalhes.)

Alterações na API C

Novas funcionalidades

  • PEP 573: Adicionada PyType_FromModuleAndSpec() para associar um módulo a uma classe; PyType_GetModule() e PyType_GetModuleState() para obter o módulo e seu estado; e PyCMethod e METH_METHOD para permitir que um método acesse a classe na qual ela foi definida. (Contribuição de Marcel Plch e Petr Viktorin em bpo-38787.)

  • Adicionada a função PyFrame_GetCode(): obtém um código de quadro. Adiciona a função PyFrame_GetBack(): obtém o próximo quadro externo. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-40421.)

  • Adicionada PyFrame_GetLineNumber() à API C limitada. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-40421.)

  • Adicionada as funções PyThreadState_GetInterpreter() e PyInterpreterState_Get() para obter o interpretador. Adiciona a função PyThreadState_GetFrame() para obter o quadro atual de um estado de thread do Python. Adiciona a função PyThreadState_GetID(): obtém o identificador único de um estado de thread do Python. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39947.)

  • Adicionada uma nova função pública PyObject_CallNoArgs() à API C, que chama um objeto chamável Python sem nenhum argumento. É a maneira mais eficiente de chamar um objeto chamável Python sem nenhum argumento. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-37194.)

  • Alterações na API C limitada (se a macro Py_LIMITED_API estiver definida):

    • Fornece Py_EnterRecursiveCall() e Py_LeaveRecursiveCall() como funções regulares para a API limitada. Anteriormente, eram definidas como macros, mas essas macros não compilavam com a API C limitada, que não pode acessar o campo PyThreadState.recursion_depth (a estrutura não é visível na API C limitada).

    • PyObject_INIT() e PyObject_INIT_VAR() se uma função regular não visível para ocultar os detalhes da implementação.

    (Contribuição de Victor Stinner em bpo-38644 e bpo-39542.)

  • A função PyModule_AddType() é adicionado para ajudar a adicionar um tipo a um módulo. (Contribuição de Dong-hee Na em bpo-40024.)

  • Adicionadas as funções PyObject_GC_IsTracked() e PyObject_GC_IsFinalized() para a API pública para permitir a consulta se os objetos Python estão sendo rastreados ou já foram finalizados pelo coletor de lixo, respectivamente. (Contribuição de Pablo Galindo em bpo-40241.)

  • Adicionada a _PyObject_FunctionStr() para obter uma representação amigável para o usuário de strings de um objeto função ou similar. (Patch por Jeroen Demeyer em bpo-37645.)

  • Adicionada PyObject_CallOneArg() para chamar um objeto com um argumento posicional (Patch de Jeroen Demeyer em bpo-37483.)

Portando para Python 3.9

  • PyInterpreterState.eval_frame (PEP 523) agora exige um novo parâmetro tstate obrigatório (PyThreadState*). (Contribuição de Victor Stinner em bpo-38500.)

  • Módulos de extensão: As funções m_traverse, m_clear e m_free de PyModuleDef não são mais chamados se o estado do módulo foi solicitado, mas ainda não está alocado. Este é o caso imediatamente após o módulo ser criado e antes de o módulo ser executado (função Py_mod_exec). Mais precisamente, estas funções são são chamados se m_size for maior que 0 e o estado do módulo (como retornado por PyModule_GetState()) for NULL.

    Módulos de extensão sem um estado de módulo (m_size <= 0) não são afetados.

  • Se Py_AddPendingCall() for chamada em um subinterpretador, a função agora está programada para ser chamada a partir do subinterpretador, em vez de ser chamada a partir do interpretador principal. Cada subinterpretador agora tem sua própria lista de chamadas programadas. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39984.)

  • O registro do Windows não é mais usado para inicializar sys.path quando a opção -E é usada (se PyConfig.use_environment estiver definido como 0). Isso é significativo ao incorporar Python no Windows. (Contribuição de Zackery Spytz na bpo-8901.)

  • A variável global PyStructSequence_UnnamedField agora é uma constante e se refere a uma string constante. (Contribuição de Serhiy Storchaka em bpo-38650.)

  • A estrutura PyGC_Head agora não é mais visível. Ela só é definida na API C interna (pycore_gc.h). (Contribuição de Victor Stinner em bpo-40241.)

  • Py_UNICODE_COPY, Py_UNICODE_FILL, PyUnicode_WSTR_LENGTH, PyUnicode_FromUnicode(), PyUnicode_AsUnicode(), _PyUnicode_AsUnicode e PyUnicode_AsUnicodeAndSize() estão marcadas como descontinuadas no C. Elas foram descontinuadas pela PEP 393 desde Python 3.3. (Contribuição de Inada Naoki em bpo-36346.)

  • A função Py_FatalError() é substituída por uma macro que registra automaticamente o nome da função atual, a menos que a macro Py_LIMITED_API seja definida. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39882.)

  • O protocolo vectorcall agora exige que o chamador passe apenas strings como nomes de argumentos. (Veja bpo-37540 para mais informações.)

  • Os detalhes de implementação de uma série de macros e funções agora estão ocultos:

    (Veja bpo-40170 para mais detalhes.)

Removidos

  • Excluídas as macros PyFPE_START_PROTECT() e PyFPE_END_PROTECT() de pyfpe.h da API C limitada. (Contribuição por Victor Stinner em bpo-38835.)

  • O slot tp_print de PyTypeObject foi removido. Ele era usado para imprimir objetos em arquivos no Python 2.7 e anteriores. Desde Python 3.0, ele era ignorado e não utilizado. (Contribuição de Jeroen Demeyer em bpo-36974.)

  • Alterações na API C limitada (se a macro Py_LIMITED_API estiver definida):

    • Excluídas as seguintes funções da API C limitada:

      • PyThreadState_DeleteCurrent() (Contribuição de Joannah Nanjekye em bpo-37878.)

      • _Py_CheckRecursionLimit

      • _Py_NewReference()

      • _Py_ForgetReference()

      • _PyTraceMalloc_NewReference()

      • _Py_GetRefTotal()

      • O mecanismo trashcan que nunca funcionou na API C limitada.

      • PyTrash_UNWIND_LEVEL

      • Py_TRASHCAN_BEGIN_CONDITION

      • Py_TRASHCAN_BEGIN

      • Py_TRASHCAN_END

      • Py_TRASHCAN_SAFE_BEGIN

      • Py_TRASHCAN_SAFE_END

    • Movidas as seguintes funções e definições para a API C interna:

      • _PyDebug_PrintTotalRefs()

      • _Py_PrintReferences()

      • _Py_PrintReferenceAddresses()

      • _Py_tracemalloc_config

      • _Py_AddToAllObjects() (específico para construção de Py_TRACE_REFS)

    (Contribuição de Victor Stinner em bpo-38644 e bpo-39542.)

  • Removido o gancho _PyRuntime.getframe e removida a macro _PyThreadState_GetFrame que era um alias para _PyRuntime.getframe. Eles eram os únicos expostos pela API C interna. Removido também o tipo PyThreadFrameGetter. (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39946.)

  • Removidas as funções a seguir da API C. Chame PyGC_Collect() explicitamente para limpar todas as listas livres. (Contribuição de Inada Naoki e Victor Stinner em bpo-37340, bpo-38896 e bpo-40428.)

    • PyAsyncGen_ClearFreeLists()

    • PyContext_ClearFreeList()

    • PyDict_ClearFreeList()

    • PyFloat_ClearFreeList()

    • PyFrame_ClearFreeList()

    • PyList_ClearFreeList()

    • PyMethod_ClearFreeList() e PyCFunction_ClearFreeList(): as listas livres de objetos de método vinculado foram removidas.

    • PySet_ClearFreeList(): a definição de lista livres foi removida no Python 3.4.

    • PyTuple_ClearFreeList()

    • PyUnicode_ClearFreeList(): a lista livre de Unicode foi removida no Python 3.3.

  • Removida a função _PyUnicode_ClearStaticStrings(). (Contribuição de Victor Stinner em bpo-39465.)

  • Removido Py_UNICODE_MATCH. Ele foi descontinuado por PEP 393 e quebrado desde o Python 3.3. A função PyUnicode_Tailmatch() pode ser usada em seu lugar. (Contribuição de Inada Naoki em bpo-36346.)

  • Limpados os arquivos de cabeçalho de interfaces definidas, mas sem implementação. Os símbolos públicos da API sendo removidos são: _PyBytes_InsertThousandsGroupingLocale, _PyBytes_InsertThousandsGrouping, _Py_InitializeFromArgs, _Py_InitializeFromWideArgs, _PyFloat_Repr, _PyFloat_Digits, _PyFloat_DigitsInit, PyFrame_ExtendStack, _PyAIterWrapper_Type, PyNullImporter_Type, PyCmpWrapper_Type, PySortWrapper_Type, PyNoArgsFunction. (Contribuição de Pablo Galindo Salgado em bpo-39372.)

Alterações notáveis no Python 3.9.1

typing

O comportamento de typing.Literal foi alterado para ficar em conformidade com a:pep:586 e para corresponder ao comportamento de verificadores de tipo estático especificados na PEP.

  1. Literal agora elimina a duplicação de parâmetros.

  2. Comparações de igualdade entre objetos Literal agora são independentes da ordem.

  3. Comparações de Literal agora respeitam os tipos. Por exemplo, Literal[0] == Literal[False] avaliava anteriormente como True. Agora é False. Para oferecer suporte a essa mudança, o cache de tipo usado internamente agora oferece suporte a tipos de diferenciação.

  4. Objetos Literal agora irão levantar uma exceção TypeError durante as comparações de igualdade se algum de seus parâmetros não for hasheável. Observe que declarar Literal com parâmetros mutáveis não gerará um erro:

    >>> from typing import Literal
    >>> Literal[{0}]
    >>> Literal[{0}] == Literal[{False}]
    Traceback (most recent call last):
      File "<stdin>", line 1, in <module>
    TypeError: unhashable type: 'set'
    

(Contribuição de Yurii Karabas em bpo-42345.)

Suporte a macOS 11.0 (Big Sur) e Apple Silicon Mac

A partir do 3.9.1, o Python agora oferece suporte total à construção e execução no macOS 11.0 (Big Sur) e no Apple Silicon Macs (baseado na arquitetura ARM64). Uma nova variante de compilação universal, universal2, está agora disponível para suportar nativamente ambos ARM64 e Intel 64 em um conjunto de executáveis. Os binários também podem ser construídos em versões atuais do macOS para serem implantados em uma variedade de versões mais antigas do macOS (testado para 10.9), enquanto algumas funções e opções do sistema operacional mais recentes estão disponíveis condicionalmente com base na versão do sistema operacional em uso no tempo de execução (“ligação fraca”)

(Contribuição de Ronald Oussoren e Lawrence D’Anna em bpo-41100.)

Alterações notáveis no Python 3.9.2

collections.abc

collections.abc.Callable genérica agora nivela os parâmetros de tipo, semelhante ao que typing.Callable faz atualmente. Isso significa que collections.abc.Callable[[int, str], str] terá __args__ de (int, str, str); anteriormente era ([int, str], str). Para permitir esta mudança, types.GenericAlias agora pode ter uma subclasse, e uma subclasse será retornada ao subscrever o tipo Collections.abc.Callable. O código que acessa os argumentos via typing.get_args() ou __args__ precisa levar em conta esta mudança. Um DeprecationWarning pode ser emitido para formas inválidas de parametrização Collections.abc.Callable que pode ter passado silenciosamente no Python 3.9.1. Esta DeprecationWarning se tornará uma TypeError no Python 3.10. (Contribuição de Ken Jin em bpo-42195.)

urllib.parse

Versões anteriores do Python permitiam o uso de ; e & como separadores de parâmetros de consulta nas funções urllib.parse.parse_qs() e urllib.parse.parse_qsl(). Devido a questões de segurança, e em conformidade com as recomendações mais recentes do W3C, isso foi alterado para permitir apenas uma única chave separadora, com & como padrão. Esta mudança também afeta as funções cgi.parse() e cgi.parse_multipart() já que elas usam as funções afetadas internamente. Para obter mais detalhes, consulte sua respectiva documentação. (Contribuição de Adam Goldschmidt, Senthil Kumaran e Ken Jin em bpo-42967.)

Alterações notáveis no Python 3.9.3

Uma correção de segurança altera o comportamento ftplib.FTP para não confiar no endereço IPv4 enviado do servidor remoto ao configurar um canal de dados passivo. Em vez disso, reutilizamos o endereço IP do servidor ftp. Para códigos incomuns que requerem o comportamento antigo, defina um atributo trust_server_pasv_ipv4_address em sua instância de FTP para True. (Veja bpo-43285)

Alterações notáveis no Python 3.9.5

urllib.parse

A presença de caracteres de nova linha ou tab em partes de um URL permite algumas formas de ataques. Seguindo a especificação WHATWG que atualiza RFC 3986, nova linha ASCII \n, \r e os caracteres de tabulação \t são retirados da URL pelo analisador sintático em urllib.parse prevenindo tais ataques. Os caracteres de remoção são controlados por uma nova variável de nível de módulo urllib.parse._UNSAFE_URL_BYTES_TO_REMOVE. (Veja bpo-43882)