Exceções embutidas

No Python, todas as exceções devem ser instâncias de uma classe derivada de BaseException. Em uma instrução try com uma cláusula except que menciona uma classe específica, essa cláusula também lida com qualquer classe de exceção derivada dessa classe (mas não com as classes de exceção a partir das quais ela é derivada). Duas classes de exceção que não são relacionadas por subclasse nunca são equivalentes, mesmo que tenham o mesmo nome.

As exceções embutidas listadas abaixo podem ser geradas pelo interpretador ou pelas funções embutidas. Exceto onde mencionado, eles têm um “valor associado” indicando a causa detalhada do erro. Pode ser uma sequência ou uma tupla de vários itens de informação (por exemplo, um código de erro e uma sequência que explica o código). O valor associado geralmente é passado como argumentos para o construtor da classe de exceção.

O código do usuário pode gerar exceções embutidas. Isso pode ser usado para testar um manipulador de exceções ou para relatar uma condição de erro “exatamente como” a situação na qual o interpretador gera a mesma exceção; mas lembre-se de que nada impede o código do usuário de gerar um erro inadequado.

As classes de exceções embutidas podem ser usadas como subclasses para definir novas exceções; Os programadores são incentivados a derivar novas exceções da classe Exception ou de uma de suas subclasses, e não de BaseException. Mais informações sobre a definição de exceções estão disponíveis no Tutorial do Python em Exceções definidas pelo usuário.

Ao gerar (ou levantar novamente) uma exceção em uma cláusula except ou finally, __context__ é automaticamente definida como a última exceção capturada; se a nova exceção não for tratada, o traceback exibido eventualmente incluirá a(s) exceção(ões) de origem e a exceção final.

Ao levantar uma nova exceção (em vez de usar um raise simples para aumentar novamente a exceção que está sendo tratada), o contexto implícito da exceção pode ser complementado com uma causa explícita usando from com raise

raise new_exc from original_exc

A expressão a seguir from deve ser uma exceção ou None. Ela será definida como __cause__ na exceção levantada. A definição de __cause__ também define implicitamente o atributo __suppress_context__ como True, de modo que o uso de raise new_exc from None substitui efetivamente a exceção antiga pela nova para fins de exibição (por exemplo, convertendo KeyError para AttributeError), deixando a exceção antiga disponível em __context__ para introspecção durante a depuração.

O código de exibição padrão do traceback mostra essas exceções encadeadas, além do traceback da própria exceção. Uma exceção explicitamente encadeada em __cause__ sempre é mostrada quando presente. Uma exceção implicitamente encadeada em __context__ é mostrada apenas se __cause__ for None e __suppress_context__ for falso.

Em qualquer um dos casos, a exceção em si sempre é mostrada após todas as exceções encadeadas, de modo que a linha final do traceback sempre mostre a última exceção que foi levantada.

Classes base

As seguintes exceções são usadas principalmente como classes base para outras exceções.

exception BaseException

A classe base para todas as exceções embutidas. Não é para ser herdada diretamente por classes definidas pelo usuário (para isso, use Exception). Se str() for chamado em uma instância desta classe, a representação do(s) argumento(s) para a instância será retornada ou a string vazia quando não houver argumentos.

args

A tupla de argumentos fornecidos ao construtor de exceções. Algumas exceções embutidas (como OSError) esperam um certo número de argumentos e atribuem um significado especial aos elementos dessa tupla, enquanto outras são normalmente chamadas apenas com uma única string que fornece uma mensagem de erro.

with_traceback(tb)

Esse método define tb como o novo traceback para a exceção e retorna o objeto de exceção. Geralmente é usado no código de manipulação de exceção como este:

try:
    ...
except SomeException:
    tb = sys.exc_info()[2]
    raise OtherException(...).with_traceback(tb)
exception Exception

Todas as exceções embutidas que não saem para o sistema são derivadas dessa classe. Todas as exceções definidas pelo usuário também devem ser derivadas dessa classe.

exception ArithmeticError

A classe base para as exceções embutidas levantadas para vários erros aritméticos: OverflowError, ZeroDivisionError, FloatingPointError.

exception BufferError

Levantado quando uma operação relacionada a buffer não puder ser realizada.

exception LookupError

A classe base para as exceções levantadas quando uma chave ou índice usado em um mapeamento ou sequência é inválido: IndexError, KeyError. Isso pode ser levantado diretamente por codecs.lookup().

Exceções concretas

As seguintes exceções são as que geralmente são levantados.

exception AssertionError

Levantado quando uma instrução assert falha.

exception AttributeError

Levantado quando uma referência de atributo (consulte Attribute references) ou atribuição falha. (Quando um objeto não oferece suporte a referências ou atribuições de atributos, TypeError é levantado.)

exception EOFError

Levantado quando a função input() atinge uma condição de fim de arquivo (EOF) sem ler nenhum dado. (Note: os métodos io.IOBase.read() e io.IOBase.readline() retornam uma string vazia quando pressionam o EOF.)

exception FloatingPointError

Não usado atualmente.

exception GeneratorExit

Levantado quando um gerador ou uma corrotina está fechado(a); veja generator.close() e coroutine.close(). Herda diretamente de BaseException em vez de Exception, já que tecnicamente não é um erro.

exception ImportError

Levantada quando a instrução import tem problemas ao tentar carregar um módulo. Também é gerado quando o “from list” em from ... import tem um nome que não pode ser encontrado.

Os atributos name e path podem ser configurados usando argumentos somente-nomeados para o construtor. Quando configurados, eles representam o nome do módulo que foi tentado ser importado e o caminho para qualquer arquivo que acionou a exceção, respectivamente.

Alterado na versão 3.3: Adicionados os atributos name e path.

exception ModuleNotFoundError

Uma subclasse de ImportError que é levantada por import quando um módulo não pôde ser localizado. Também é levantada quando None é encontrado em sys.modules.

Novo na versão 3.6.

exception IndexError

Levantada quando um índice de alguma sequência está fora do intervalo. (Índices de fatia são truncados silenciosamente para cair num intervalo permitido; se um índice não for um inteiro, TypeError é levantada.)

exception KeyError

Levantada quando uma chave de mapeamento (dicionário) não é encontrada no conjunto de chaves existentes.

exception KeyboardInterrupt

Levantada quando um usuário aperta a tecla de interrupção (normalmente Control-C ou Delete). Durante a execução, uma checagem de interrupção é feita regularmente. A exceção herda de BaseException para que não seja capturada acidentalmente por códigos que tratam Exception e assim evita que o interpretador saia.

exception MemoryError

Levantada quando uma operação fica sem memória mas a situação ainda pode ser recuperada (excluindo alguns objetos). O valor associado é uma string que indica o tipo de operação (interna) que ficou sem memória. Observe que, por causa da arquitetura de gerenciamento de memória subjacente (função malloc() do C), o interpretador pode não ser capaz de se recuperar completamente da situação; no entanto, levanta uma exceção para que um traceback possa ser impresso, no caso de um outro programa ser a causa.

exception NameError

Levantada quando um nome local ou global não é encontrado. Isso se aplica apenas a nomes não qualificados. O valor associado é uma mensagem de erro que inclui o nome que não pode ser encontrado.

exception NotImplementedError

Essa exceção é derivada da RuntimeError. Em classes base, definidas pelo usuário, os métodos abstratos devem gerar essa exceção quando requerem que classes derivadas substituam o método, ou enquanto a classe está sendo desenvolvida, para indicar que a implementação real ainda precisa ser adicionada.

Nota

Não deve ser usada para indicar que um operador ou método não será mais suportado – nesse caso deixe o operador / método indefinido ou, se é uma subclasse, defina-o como None.

Nota

NotImplementedError e NotImplemented não são intercambiáveis, mesmo que tenham nomes e propósitos similares. Veja NotImplemented para detalhes e casos de uso.

exception OSError([arg])
exception OSError(errno, strerror[, filename[, winerror[, filename2]]])

Esta exceção é levantada quando uma função do sistema retorna um erro relacionado ao sistema, incluindo falhas do tipo E/S como “file not found” ou “disk full” (não para tipos de argumentos não permitidos ou outro erro acessório).

A segunda forma do construtor definir os atributos correspondentes, descritos abaixo. Os atributos usarão o valor padrão None se não forem especificados. Por compatibilidade com versões anteriores, se três argumentos são passados, o atributo args contêm somente uma tupla de 2 elementos, os dois primeiros argumentos do construtor.

O construtor geralmente retorna uma subclasse de OSError, como descrito abaixo em OS exceptions . A subclasse particular depende do valor final de errno. Este comportamento ocorre apenas durante a construção direta ou por meio de um apelido de OSError, e não é herdado na criação de subclasses.

errno

Um código de erro numérico da variável C errno.

winerror

No Windows, isso fornece o código de erro nativo do Windows. O atributo errno é então uma tradução aproximada, em termos POSIX, desse código de erro nativo.

No Windows, se o argumento de construtor winerror for um inteiro, o atributo errno é determinado a partir do código de erro do Windows e o argumento errno é ignorado. Em outras plataformas, o argumento winerror é ignorado e o atributo winerror não existe.

strerror

A mensagem de erro correspondente, conforme fornecida pelo sistema operacional. É formatada pelas funções C perror() no POSIX e FormatMessage() no Windows.

filename
filename2

Para exceções que envolvem um caminho do sistema de arquivos (como open() ou os.unlink()), filename é o nome do arquivo passado para a função. Para funções que envolvem dois caminhos de sistema de arquivos (como os.rename()), filename2 corresponde ao segundo nome de arquivo passado para a função.

Alterado na versão 3.3: EnvironmentError, IOError, WindowsError, socket.error, select.error e mmap.error foram fundidos em OSError, e o construtor pode retornar uma subclasse.

Alterado na versão 3.4: O atributo filename agora é o nome do arquivo original passado para a função, ao invés do nome codificado ou decodificado da codificação do sistema de arquivos. Além disso, o argumento e o atributo de construtor filename2 foi adicionado.

exception OverflowError

Levantada quando o resultado de uma operação aritmética é muito grande para ser representada. Isso não pode ocorrer para inteiros (que prefere levantar MemoryError a desistir). No entanto, por motivos históricos, OverflowError às vezes é levantada para inteiros que estão fora de um intervalo obrigatório. Devido à falta de padronização do tratamento de exceção de ponto flutuante em C, a maioria das operações de ponto flutuante não são verificadas.

exception RecursionError

Esta exceção é derivada de RuntimeError. É levantada quando o interpretador detecta que a profundidade máxima de recursão (veja sys.getrecursionlimit()) foi excedida.

Novo na versão 3.5: Anteriormente, uma RuntimeError simples era levantada.

exception ReferenceError

Esta exceção é levantada quando um intermediário de referência fraca, criado pela função weakref.proxy(), é usado para acessar um atributo do referente após ter sido coletado como lixo. Para mais informações sobre referências fracas, veja o módulo weakref.

exception RuntimeError

Levantada quando um erro é detectado e não se encaixa em nenhuma das outras categorias. O valor associado é uma string indicando o que precisamente deu errado.

exception StopIteration

Levantada pela função embutida next() e o método __next__() de um iterador para sinalizar que não há mais itens produzidos pelo iterador.

O objeto exceção tem um único atributo value, que é fornecido como um argumento ao construir a exceção, e o padrão é None.

Quando uma função geradora ou corrotina retorna, uma nova instância StopIteration é levantada, e o valor retornado pela função é usado como o parâmetro value para o construtor da exceção.

Se um código gerador direta ou indiretamente levantar StopIteration, ele é convertido em uma RuntimeError (mantendo o StopIteration como a nova causa da exceção).

Alterado na versão 3.3: Adicionado o atributo value e a capacidade das funções geradoras de usá-lo para retornar um valor.

Alterado na versão 3.5: Introduzida a transformação RuntimeError via from __future__ import generator_stop, consulte PEP 479.

Alterado na versão 3.7: Habilita PEP 479 para todo o código por padrão: um erro StopIteration levantado em um gerador é transformado em uma RuntimeError.

exception StopAsyncIteration

Deve ser levantada pelo método __anext__() de um objeto iterador assíncrono para parar a iteração.

Novo na versão 3.5.

exception SyntaxError(message, details)

Levantada quando o analisador encontra um erro de sintaxe. Isso pode ocorrer em uma instrução import, em uma chamada às funções embutidas compile(), exec() ou eval(), ou ao ler o script inicial ou entrada padrão (também interativamente).

A função str() da instância de exceção retorna apenas a mensagem de erro. Detalhes é uma tupla cujos membros também estão disponíveis como atributos separados.

filename

O nome do arquivo em que ocorreu o erro de sintaxe.

lineno

Em qual número de linha no arquivo o erro ocorreu. Este é indexado em 1: a primeira linha no arquivo tem um lineno de 1.

offset

A coluna da linha em que ocorreu o erro. Este é indexado em 1: o primeiro caractere na linha tem um offset de 1.

text

O texto do código-fonte envolvido no erro.

Para erros em campos de f-string, a mensagem é prefixada por “f-string: ” e os “offsets” são deslocamentos em um texto construído a partir da expressão de substituição. Por exemplo, compilar o campo f’Bad {a b}’ resulta neste atributo de argumentos: (‘f-string: …’, (‘’, 1, 4, ‘(a b)n’)).

exception IndentationError

Classe base para erros de sintaxe relacionados a indentação incorreta. Esta é uma subclasse de SyntaxError.

exception TabError

Levantada quando o indentação contém um uso inconsistente de tabulações e espaços. Esta é uma subclasse de IndentationError.

exception SystemError

Levantada quando o interpretador encontra um erro interno, mas a situação não parece tão grave para fazer com que perca todas as esperanças. O valor associado é uma string que indica o que deu errado (em termos de baixo nível).

Você deve relatar isso ao autor ou mantenedor do seu interpretador Python. Certifique-se de relatar a versão do interpretador Python (sys.version; também é impresso no início de uma sessão Python interativa), a mensagem de erro exata (o valor associado da exceção) e se possível a fonte do programa que acionou o erro.

exception SystemExit

Esta exceção é levantada pela função sys.exit(). Ele herda de BaseException em vez de Exception para que não seja acidentalmente capturado pelo código que captura Exception. Isso permite que a exceção se propague corretamente e faça com que o interpretador saia. Quando não é tratado, o interpretador Python sai; nenhum traceback (situação da pilha de execução) é impresso. O construtor aceita o mesmo argumento opcional passado para sys.exit(). Se o valor for um inteiro, ele especifica o status de saída do sistema (passado para a função C exit()); se for None, o status de saída é zero; se tiver outro tipo (como uma string), o valor do objeto é exibido e o status de saída é um.

Uma chamada para sys.exit() é traduzida em uma exceção para que os tratadores de limpeza (cláusulas finally das instruções try) possam ser executados, e para que um depurador possa executar um script sem correr o risco de perder o controle. A função os._exit() pode ser usada se for absolutamente necessário sair imediatamente (por exemplo, no processo filho após uma chamada para os.fork()).

code

O status de saída ou mensagem de erro transmitida ao construtor. (O padrão é None.)

exception TypeError

Levantada quando uma operação ou função é aplicada a um objeto de tipo inadequado. O valor associado é uma string que fornece detalhes sobre a incompatibilidade de tipo.

Essa exceção pode ser levantada pelo código do usuário para indicar que uma tentativa de operação em um objeto não é suportada e não deveria ser. Se um objeto deve ter suporte a uma dada operação, mas ainda não forneceu uma implementação, NotImplementedError é a exceção apropriada a ser levantada.

Passar argumentos do tipo errado (por exemplo, passar uma list quando um int é esperado) deve resultar em uma TypeError, mas passar argumentos com o valor errado (por exemplo, um número fora limites esperados) deve resultar em uma ValueError.

exception UnboundLocalError

Levantada quando uma referência é feita a uma variável local em uma função ou método, mas nenhum valor foi vinculado a essa variável. Esta é uma subclasse de NameError.

exception UnicodeError

Levantada quando ocorre um erro de codificação ou decodificação relacionado ao Unicode. É uma subclasse de ValueError.

UnicodeError possui atributos que descrevem o erro de codificação ou decodificação. Por exemplo, err.object[err.start:err.end] fornece a entrada inválida específica na qual o codec falhou.

encoding

O nome da codificação que levantou o erro.

reason

Uma string que descreve o erro de codec específico.

object

O objeto que o codec estava tentando codificar ou decodificar.

start

O primeiro índice de dados inválidos em object.

end

O índice após os últimos dados inválidos em object.

exception UnicodeEncodeError

Levantada quando ocorre um erro relacionado ao Unicode durante a codificação. É uma subclasse de UnicodeError.

exception UnicodeDecodeError

Levantada quando ocorre um erro relacionado ao Unicode durante a decodificação. É uma subclasse de UnicodeError.

exception UnicodeTranslateError

Levantada quando ocorre um erro relacionado ao Unicode durante a tradução. É uma subclasse de UnicodeError.

exception ValueError

Levantada quando uma operação ou função recebe um argumento que tem o tipo certo, mas um valor inadequado, e a situação não é descrita por uma exceção mais precisa, como IndexError.

exception ZeroDivisionError

Levantada quando o segundo argumento de uma divisão ou operação de módulo é zero. O valor associado é uma string que indica o tipo dos operandos e a operação.

As seguintes exceções são mantidas para compatibilidade com versões anteriores; a partir do Python 3.3, eles são apelidos de OSError.

exception EnvironmentError
exception IOError
exception WindowsError

Disponível apenas no Windows.

Exceções de sistema operacional

As seguintes exceções são subclasses de OSError, elas são levantadas dependendo do código de erro do sistema.

exception BlockingIOError

Levantada quando uma operação bloquearia em um objeto (por exemplo, soquete) definido para operação sem bloqueio. Corresponde a errno EAGAIN, EALREADY, EWOULDBLOCK e EINPROGRESS.

Além daquelas de OSError, BlockingIOError pode ter mais um atributo:

characters_written

Um inteiro contendo o número de caracteres gravados no fluxo antes de ser bloqueado. Este atributo está disponível ao usar as classes de E/S em buffer do módulo io.

exception ChildProcessError

Levantada quando uma operação em um processo filho falha. Corresponde a errno ECHILD.

exception ConnectionError

Uma classe base para problemas relacionados à conexão.

Suas subclasses são BrokenPipeError, ConnectionAbortedError, ConnectionRefusedError e ConnectionResetError.

exception BrokenPipeError

Uma subclasse de ConnectionError, levantada ao tentar escrever em um encadeamento enquanto a outra extremidade foi fechada, ou tentar escrever em um soquete que foi desligado para escrita. Corresponde a errno EPIPE e ESHUTDOWN.

exception ConnectionAbortedError

Uma subclasse de ConnectionError, levantada quando uma tentativa de conexão é cancelada pelo par. Corresponde a errno ECONNABORTED.

exception ConnectionRefusedError

Uma subclasse de ConnectionError, levantada quando uma tentativa de conexão é recusada pelo par. Corresponde a errno ECONNREFUSED.

exception ConnectionResetError

Uma subclasse de ConnectionError, levantada quando a conexão é reiniciada pelo par. Corresponde a errno ECONNRESET.

exception FileExistsError

Levantada ao tentar criar um arquivo ou diretório que já existe. Corresponde a errno EEXIST.

exception FileNotFoundError

Levantada quando um arquivo ou diretório é solicitado, mas não existe. Corresponde a errno ENOENT.

exception InterruptedError

Levantada quando uma chamada do sistema é interrompida por um sinal de entrada. Corresponde a errno EINTR.

Alterado na versão 3.5: Python agora tenta novamente chamadas de sistema quando uma syscall é interrompida por um sinal, exceto se o tratador de sinal levanta uma exceção (veja PEP 475 para a justificativa), em vez de levantar InterruptedError.

exception IsADirectoryError

Levantada quando uma operação de arquivo (como os.remove()) é solicitada em um diretório. Corresponde a errno EISDIR.

exception NotADirectoryError

Levantada quando uma operação de diretório (como os.listdir()) é solicitada em algo que não é um diretório. Corresponde a errno ENOTDIR.

exception PermissionError

Levantada ao tentar executar uma operação sem os direitos de acesso adequados – por exemplo, permissões do sistema de arquivos. Corresponde a errno EACCES e EPERM.

exception ProcessLookupError

Levantada quando um determinado processo não existe. Corresponde a errno ESRCH.

exception TimeoutError

Levantada quando uma função do sistema expirou no nível do sistema. Corresponde a errno ETIMEDOUT.

Novo na versão 3.3: Todas as subclasses de OSError acima foram adicionadas.

Ver também

PEP 3151 - Reworking the OS and IO exception hierarchy

Avisos

As seguintes exceções são usadas como categorias de aviso; veja a documentação de Categorias de avisos para mais detalhes.

exception Warning

Classe base para categorias de aviso.

exception UserWarning

Classe base para avisos gerados pelo código do usuário.

exception DeprecationWarning

Classe base para avisos sobre recursos descontinuados quando esses avisos se destinam a outros desenvolvedores Python.

Ignorado pelos filtros de aviso padrão, exceto no módulo __main__ (PEP 565). Habilitar o Modo de Desenvolvimento do Python mostra este aviso.

exception PendingDeprecationWarning

Classe base para avisos sobre recursos que foram descontinuados e devem ser descontinuados no futuro, mas não foram descontinuados ainda.

Esta classe raramente é usada para emitir um aviso sobre uma possível descontinuação futura, é incomum, e DeprecationWarning é preferível para descontinuações já ativas.

Ignorado pelos filtros de aviso padrão. Habilitar o Modo de Desenvolvimento do Python mostra este aviso.

exception SyntaxWarning

Classe base para avisos sobre sintaxe duvidosa.

exception RuntimeWarning

Classe base para avisos sobre comportamento duvidoso de tempo de execução.

exception FutureWarning

Classe base para avisos sobre recursos descontinuados quando esses avisos se destinam a usuários finais de aplicações escritas em Python.

exception ImportWarning

Classe base para avisos sobre prováveis erros na importação de módulos.

Ignorado pelos filtros de aviso padrão. Habilitar o Modo de Desenvolvimento do Python mostra este aviso.

exception UnicodeWarning

Classe base para avisos relacionados a Unicode.

exception BytesWarning

Classe base para avisos relacionados a bytes e bytearray.

exception ResourceWarning

Classe base para avisos relacionados a uso de recursos.

Ignorado pelos filtros de aviso padrão. Habilitar o Modo de Desenvolvimento do Python mostra este aviso.

Novo na versão 3.2.

Hierarquia das exceções

A hierarquia de classes para exceções embutidas é:

BaseException
 +-- SystemExit
 +-- KeyboardInterrupt
 +-- GeneratorExit
 +-- Exception
      +-- StopIteration
      +-- StopAsyncIteration
      +-- ArithmeticError
      |    +-- FloatingPointError
      |    +-- OverflowError
      |    +-- ZeroDivisionError
      +-- AssertionError
      +-- AttributeError
      +-- BufferError
      +-- EOFError
      +-- ImportError
      |    +-- ModuleNotFoundError
      +-- LookupError
      |    +-- IndexError
      |    +-- KeyError
      +-- MemoryError
      +-- NameError
      |    +-- UnboundLocalError
      +-- OSError
      |    +-- BlockingIOError
      |    +-- ChildProcessError
      |    +-- ConnectionError
      |    |    +-- BrokenPipeError
      |    |    +-- ConnectionAbortedError
      |    |    +-- ConnectionRefusedError
      |    |    +-- ConnectionResetError
      |    +-- FileExistsError
      |    +-- FileNotFoundError
      |    +-- InterruptedError
      |    +-- IsADirectoryError
      |    +-- NotADirectoryError
      |    +-- PermissionError
      |    +-- ProcessLookupError
      |    +-- TimeoutError
      +-- ReferenceError
      +-- RuntimeError
      |    +-- NotImplementedError
      |    +-- RecursionError
      +-- SyntaxError
      |    +-- IndentationError
      |         +-- TabError
      +-- SystemError
      +-- TypeError
      +-- ValueError
      |    +-- UnicodeError
      |         +-- UnicodeDecodeError
      |         +-- UnicodeEncodeError
      |         +-- UnicodeTranslateError
      +-- Warning
           +-- DeprecationWarning
           +-- PendingDeprecationWarning
           +-- RuntimeWarning
           +-- SyntaxWarning
           +-- UserWarning
           +-- FutureWarning
           +-- ImportWarning
           +-- UnicodeWarning
           +-- BytesWarning
           +-- ResourceWarning