syslog — Rotinas da biblioteca syslog do Unix


Este módulo fornece uma interface para as rotinas da biblioteca syslog do Unix. Consulte as páginas de manual do Unix para uma descrição detalhada do recurso syslog.

Este módulo é uma camada para a família de rotinas syslog do sistema. Uma biblioteca Python pura que pode se comunicar com um servidor syslog está disponível no módulo logging.handlers como SysLogHandler.

O módulo define as seguintes funções:

syslog.syslog(message)
syslog.syslog(priority, message)

Envia a string message para o registrador do sistema. Uma nova linha final é adicionada, se necessário. Cada mensagem é marcada com uma prioridade composta por um facility e um level. O argumento opcional priority, cujo padrão é LOG_INFO, determina a prioridade da mensagem. Se a facilidade não está codificada em priority usando o OU lógico (LOG_INFO | LOG_USER), o valor dado na chamada openlog() é usado.

If openlog() has not been called prior to the call to syslog(), openlog() will be called with no arguments.

Levanta um evento de auditoria syslog.syslog com argumentos priority, message.

Alterado na versão 3.2: In previous versions, openlog() would not be called automatically if it wasn’t called prior to the call to syslog(), deferring to the syslog implementation to call openlog().

syslog.openlog([ident[, logoption[, facility]]])

As opções de log das chamadas subsequentes syslog() podem ser definidas chamando openlog(). syslog() irá chamar openlog() sem argumentos se o log não estiver aberto no momento.

O argumento nomeado opcional ident é uma string que é prefixada a cada mensagem, e o padrão é sys.argv[0] com os componentes do caminho inicial removidos. O argumento nomeado opcional logoption (o padrão é 0) é um campo de bits – veja abaixo os valores possíveis para combinar. O argumento nomeado opcional facility (o padrão é LOG_USER) define o recurso padrão para mensagens que não possuem um recurso explicitamente codificado.

Levanta um evento de auditoria syslog.openlog com argumentos ident, logoption, facility.

Alterado na versão 3.2: In previous versions, keyword arguments were not allowed, and ident was required.

syslog.closelog()

Redefine os valores do módulo syslog e chama a biblioteca de sistema closelog().

Isso faz com que o módulo se comporte como quando importado inicialmente. Por exemplo, openlog() será chamado na primeira chamada syslog() (se openlog() ainda não foi chamado), e ident e outro openlog() os parâmetros são redefinidos para os padrões.

Levanta um evento de auditoria syslog.closelog com nenhum argumento.

syslog.setlogmask(maskpri)

Define a máscara de prioridade como maskpri e retorna o valor da máscara anterior. Chamadas para syslog() com um nível de prioridade não definido em maskpri são ignoradas. O padrão é registrar todas as prioridades. A função LOG_MASK(pri) calcula a máscara para a prioridade individual pri. A função LOG_UPTO(pri) calcula a máscara para todas as prioridades até e incluindo pri.

Levanta um evento de auditoria syslog.setlogmask com argumento maskpri.

O módulo define as seguintes constantes:

Níveis de prioridade (alto a baixo):

LOG_EMERG, LOG_ALERT, LOG_CRIT, LOG_ERR, LOG_WARNING, LOG_NOTICE, LOG_INFO, LOG_DEBUG.

Facilidades:

LOG_KERN, LOG_USER, LOG_MAIL, LOG_DAEMON, LOG_AUTH, LOG_LPR, LOG_NEWS, LOG_UUCP, LOG_CRON, LOG_SYSLOG, LOG_LOCAL0 até LOG_LOCAL7 e, se definido em <syslog.h>, LOG_AUTHPRIV.

Opções de log:

LOG_PID, LOG_CONS, LOG_NDELAY e, se definido em <syslog.h>, LOG_ODELAY, LOG_NOWAIT e LOG_PERROR.

Exemplos

Exemplo simples

Um conjunto simples de exemplos:

import syslog

syslog.syslog('Processing started')
if error:
    syslog.syslog(syslog.LOG_ERR, 'Processing started')

Um exemplo de configuração de algumas opções de log, isso incluiria o ID do processo nas mensagens registradas e escreveria as mensagens no recurso de destino usado para o log de correio:

syslog.openlog(logoption=syslog.LOG_PID, facility=syslog.LOG_MAIL)
syslog.syslog('E-mail processing initiated...')