posix — As chamadas de sistema mais comuns do POSIX


Este módulo fornece acesso à funcionalidade do sistema operacional padronizada pelo padrão C e pelo padrão POSIX (uma interface Unix levemente disfarçada).

Não importe este módulo diretamente. Em vez disso, importe o módulo os, que fornece uma versão portátil dessa interface. No Unix, o módulo os fornece um superconjunto da interface posix. Em sistemas operacionais não Unix, o módulo posix não está disponível, mas um subconjunto está sempre disponível na interface os. Uma vez que os é importado, seu uso não causa penalidade de desempenho em comparação com posix. Além disso, os fornece algumas funcionalidades adicionais, como chamar automaticamente putenv() quando uma entrada em os.environ é alterada.

Erros são relatados como exceções. As exceções usuais são dadas para erros de tipo, enquanto os erros relatados pelas chamadas do sistema levantam OSError.

Suporte a arquivos grandes

Vários sistemas operacionais (incluindo AIX e Solaris) fornecem suporte a arquivos maiores que 2 GiB a partir de um modelo de programação C em que :c:expr`int` e long são valores de 32 bits. Isso geralmente é realizado definindo o tamanho relevante e os tipos de deslocamento como valores de 64 bits. Esses arquivos às vezes são chamados de arquivos grandes.

O suporte a arquivos grandes é ativado no Python quando o tamanho de um off_t é maior que a long e long long é pelo menos tão grande quanto um off_t. Pode ser necessário configurar e compilar o Python com certos sinalizadores do compilador para ativar esse modo. Por exemplo, com o Solaris 2.6 e 2.7, você precisa fazer algo como:

CFLAGS="`getconf LFS_CFLAGS`" OPT="-g -O2 $CFLAGS" \
        ./configure

Em sistemas Linux com capacidade para arquivos grandes, isso pode funcionar:

CFLAGS='-D_LARGEFILE64_SOURCE -D_FILE_OFFSET_BITS=64' OPT="-g -O2 $CFLAGS" \
        ./configure

Conteúdo notável do módulo

Além de muitas funções descritas na documentação do módulo os, posix define o seguinte item de dados:

posix.environ

Um dicionário que representa o ambiente de strings no momento em que o interpretador foi iniciado. Chaves e valores são bytes no Unix e str no Windows. Por exemplo, environ[b'HOME'] (environ['HOME'] no Windows) é o nome do caminho do diretório inicial, equivalente a getenv("HOME") em C .

A modificação deste dicionário não afeta o ambiente de strings passado por execv(), popen() ou system(). Se você precisar alterar o ambiente, passe environ para execve() ou adicione atribuições de variável e instruções de exportação para a string de comando para system() ou popen().

Alterado na versão 3.2: No Unix, chaves e valores são bytes.

Nota

O módulo os fornece uma implementação alternativa de environ que atualiza o ambiente ao ocorrerem modificações. Observe também que a atualização de os.environ tornará este dicionário obsoleto. O uso do módulo os é recomendado sobre o acesso direto ao módulo posix.