runpy — Localizando e executando módulos Python

Código-fonte: Lib/runpy.py


O módulo runpy é usado para localizar e executar módulos Python sem importá-los primeiro. Seu principal uso é implementar a opção de linha de comando -m que permite que os scripts sejam localizados usando o espaço de nomes do módulo Python em vez do sistema de arquivos.

Observe que este não é um módulo isolado - todo o código é executado no processo atual, e quaisquer efeitos colaterais (como importações em cache de outros módulos) irão permanecer em vigor após o retorno da função.

Além disso, quaisquer funções e classes definidas pelo código executado não têm garantia de funcionar corretamente após o retorno de uma função runpy. Se essa limitação não for aceitável para um determinado caso de uso, importlib provavelmente será uma escolha mais adequada do que este módulo.

O módulo runpy fornece duas funções:

runpy.run_module(mod_name, init_globals=None, run_name=None, alter_sys=False)

Execute o código do módulo especificado e retorne o dicionário global do módulo resultante. O código do módulo é localizado primeiro usando o mecanismo de importação padrão (consulte PEP 302 para detalhes) e então executado em um novo espaço de nomes de módulo.

The mod_name argument should be an absolute module name. If the module name refers to a package rather than a normal module, then that package is imported and the __main__ submodule within that package is then executed and the resulting module globals dictionary returned.

O argumento opcional de dicionário init_globals pode ser usado para preencher previamente o dicionário global do módulo antes do código ser executado. O dicionário fornecido não será alterado. Se qualquer uma das variáveis globais especiais abaixo for definida no dicionário fornecido, estas definições serão substituídas por run_module().

As variáveis globais especiais __name__, __spec__, __file__, __cached__, __loader__ e __package__ são definidas no dicionário global antes que o código do módulo seja executado (Observe que este é um conjunto mínimo de variáveis - outras variáveis podem ser definidas implicitamente como um detalhe de implementação do interpretador).

__name__ é definido como run_name se este argumento opcional não for None, para mod_name + '.__main__' se o módulo nomeado for um pacote e para o argumento mod_name caso contrário .

__spec__ será definido adequadamente para o modo efetivamente importado (isto é, __spec__.name vai sempre ser mod_name ou mod_name + '.__main__, nunca run_name).

__file__, __cached__, __loader__ e __package__ são definidos como normal com base na especificação do módulo.

Se o argumento alter_sys for fornecido e for avaliado como True, então sys.argv[0] será atualizado com o valor de __file__ e sys.modules[__name__] é atualizado com um objeto de módulo temporário para o módulo que está sendo executado. Ambos sys.argv[0] e sys.modules[__name__] são restaurados para seus valores originais antes que a função retorne.

Note that this manipulation of sys is not thread-safe. Other threads may see the partially initialised module, as well as the altered list of arguments. It is recommended that the sys module be left alone when invoking this function from threaded code.

Ver também

A opção -m oferece funcionalidade equivalente na linha de comando.

Alterado na versão 3.1: Added ability to execute packages by looking for a __main__ submodule.

Alterado na versão 3.2: Adicionada a variável global __cached__ (veja PEP 3147).

Alterado na versão 3.4: Atualizado para aproveitar o recurso de especificação do módulo adicionado por PEP 451. Isso permite que __cached__ seja configurado corretamente para módulos executados desta forma, assim como garante que o nome real do módulo esteja sempre acessível como __spec__.name.

Alterado na versão 3.12: A definição de __cached__, __loader__ e __package__ foi descontinuada. Veja ModuleSpec para alternativas.

runpy.run_path(path_name, init_globals=None, run_name=None)

Execute the code at the named filesystem location and return the resulting module globals dictionary. As with a script name supplied to the CPython command line, the supplied path may refer to a Python source file, a compiled bytecode file or a valid sys.path entry containing a __main__ module (e.g. a zipfile containing a top-level __main__.py file).

For a simple script, the specified code is simply executed in a fresh module namespace. For a valid sys.path entry (typically a zipfile or directory), the entry is first added to the beginning of sys.path. The function then looks for and executes a __main__ module using the updated path. Note that there is no special protection against invoking an existing __main__ entry located elsewhere on sys.path if there is no such module at the specified location.

O argumento opcional de dicionário init_globals pode ser usado para preencher previamente o dicionário global do módulo antes do código ser executado. O dicionário fornecido não será alterado. Se qualquer uma das variáveis globais especiais abaixo for definida no dicionário fornecido, estas definições serão substituídas por run_path().

As variáveis globais especiais __name__, __spec__, __file__, __cached__, __loader__ e __package__ são definidas no dicionário global antes que o código do módulo seja executado (Observe que este é um conjunto mínimo de variáveis - outras variáveis podem ser definidas implicitamente como um detalhe de implementação do interpretador).

__name__ é definido como run_name se este argumento opcional não for None e como '<run_path>' caso contrário.

Se o caminho fornecido referenciar diretamente um arquivo de script (seja como fonte ou como bytecode pré-compilado), então __file__ será definido para o caminho fornecido e __spec__, __cached__, __loader__ e __package__ serão todos definidos como None.

If the supplied path is a reference to a valid sys.path entry, then __spec__ will be set appropriately for the imported __main__ module (that is, __spec__.name will always be __main__). __file__, __cached__, __loader__ and __package__ will be set as normal based on the module spec.

A number of alterations are also made to the sys module. Firstly, sys.path may be altered as described above. sys.argv[0] is updated with the value of path_name and sys.modules[__name__] is updated with a temporary module object for the module being executed. All modifications to items in sys are reverted before the function returns.

Note that, unlike run_module(), the alterations made to sys are not optional in this function as these adjustments are essential to allowing the execution of sys.path entries. As the thread-safety limitations still apply, use of this function in threaded code should be either serialised with the import lock or delegated to a separate process.

Ver também

Opções de interface para funcionalidade equivalente na linha de comando (python path/to/script).

Novo na versão 3.2.

Alterado na versão 3.4: Updated to take advantage of the module spec feature added by PEP 451. This allows __cached__ to be set correctly in the case where __main__ is imported from a valid sys.path entry rather than being executed directly.

Alterado na versão 3.12: A definição de __cached__, __loader__ e __package__ foi descontinuada.

Ver também

PEP 338 – Executando módulos como scripts

PEP escrita e implementada por Nick Coghlan.

PEP 366 – Importações relativas explícitas do módulo principal

PEP escrita e implementada por Nick Coghlan.

PEP 451 – Um tipo ModuleSpec para o sistema de importação

PEP escrita e implementada por Eric Snow

Linha de comando e ambiente - Detalhes da linha de comando do CPython

A função importlib.import_module()