2to3 - Tradução Automatizada de Código Python 2 para 3

2to3 é um programa Python que lê código-fonte Python 2.x e aplica uma série de fixers para transformá-lo em código válido para a versão do Python 3.x. A biblioteca padrão contém um conjunto rico de fixers que lidarão com quase todos os códigos. A biblioteca de suporte lib2to3 é, no entanto, uma biblioteca genérica e flexível, por isso é possível escrever seus próprios fixadores para o 2to3.

Usando o 2to3

O 2to3 geralmente será instalado junto com o interpretador Python como se fosse um script. Ele também está localizado no diretório Tools/scripts na raiz da instalação do Python.

Os argumentos básicos de 2to3 são uma lista de arquivos ou diretórios a serem transformados. Os diretórios são recursivamente percorridos pelos fontes Python.

Aqui temos um exemplo de arquivo fonte Python 2.x, example.py:

def greet(name):
    print "Hello, {0}!".format(name)
print "What's your name?"
name = raw_input()
greet(name)

O mesmo pode ser convertido para código Python 3.x através de 2to3 através da linha de comando:

$ 2to3 example.py

É impresso um diff contra o arquivo original. O 2to3 também pode escrever as modificações necessárias de volta ao arquivo de origem. (Um backup do arquivo original sempre será feito, salvo se a opção: -n for utilizada.) Escrever as alterações de volta está disponível com o uso do sinalizador -w:

$ 2to3 -w example.py

Após a transformação, o arquivo example.py se parecerá com isso:

def greet(name):
    print("Hello, {0}!".format(name))
print("What's your name?")
name = input()
greet(name)

Os comentários e recuo exato são preservados ao longo do processo de tradução.

Por padrão, 2to3 executa um conjunto de fixadores predefinidos. O sinalizador -l lista todos os fixadores disponíveis. Um conjunto explícito de fixadores para execução pode ser fornecido com a opção: -f. Da mesma forma, a opção -x desabilita explicitamente um fixadores. O exemplo a seguir executa apenas os fixadores imports e has_key:

$ 2to3 -f imports -f has_key example.py

Este comando executa todos os fixadores, exceto o fixadores apply:

$ 2to3 -x apply example.py

Alguns fixadores são explícitos, o que significa que eles não são executados por padrão e devem estar listados na linha de comando a para serem executados. Aqui, além dos fixadores padrão, o fixador idioms também será executado:

$ 2to3 -f all -f idioms example.py

Observe como a passagem de all permite todos os fixadores padrão.

Às vezes, 2to3 encontrará um lugar em seu código-fonte que precisa ser alterado, mas o 2to3 não pode corrigir automaticamente. Nesse caso, o 2to3 imprimirá um aviso abaixo do diff para um arquivo. Você deve endereçar o aviso para ter o código 3.x compatível.

O 2to3 também pode refatorar o doctests. Para ativar este modo, use o sinalizador -d. Observe que os doctests somente serão refatorados. Isso também não exige que o módulo Python seja válido. Por exemplo, os exemplos doctest como em um documento reST também podem ser refatorados com esta opção.

A opção -v permite a saída de mais informações sobre o processo de tradução.

Uma vez que algumas instruções de impressão podem ser analisadas como chamadas de função ou instruções, 2to3 nem sempre pode ler arquivos que contêm a função de impressão. Quando 2to3 detecta a presença da diretiva de compilação from __future__ import print_function, ele modifica sua gramática interna para interpretar funções print() como uma função. Esta alteração também pode ser ativada manualmente com o sinalizador -p. Use o sinalizador -p para executar fixadores no código que já tiveram suas instruções impressas convertidas. Além disso, -e pode ser usado para aplicar exec() em uma função.

A opção -o ou --output-dir permite especificar um diretório alternativo para a escrita dos arquivos de saída processados. O sinalizador -n é necessária ao usá-lo como arquivos de backup, não faz sentido quando não está sobrescrevendo os arquivos de entrada.

Novo na versão 3.2.3: A opção -o foi adicionada.

O sinalizador -W ou --write-unchanged-files`diz ao 2to3 para sempre salvar arquivos de saída, mesmo que nenhuma alteração tenha sido necessária no arquivo. Isso é mais útil com: :option:!-o`, de modo que uma árvore de código Python inteiro é copiada com a tradução de um diretório para outro. Esta opção implica o uso do sinalizador -w, pois não faria sentido de outro modo.

Novo na versão 3.2.3: O sinalizador -W foi adicionado.

A opção --add-suffix determina a string que será adicionada a todos os nomes de arquivos. O sinalizador -n é necessário quando especificamos isso, pois os backups não são necessários quando escrevemos em nomes de arquivos diferentes. Por exemplo:

$ 2to3 -n -W --add-suffix=3 example.py

Resultará num arquivo convertido de nome example.py3 a ser escrito.

Novo na versão 3.2.3: A opção --add-suffix foi adicionada.

Para traduzir um projeto inteiro de uma árvore de diretório para outra, use:

$ 2to3 --output-dir=python3-version/mycode -W -n python2-version/mycode

Fixadores

Cada passo de transformação do código é encapsulado em um fixador. O comando 2to3 -l lista todos. Assim como documentado acima, cada um pode ser ativado ou desativado individualmente. Eles são descritos aqui com mais detalhes.

apply

Remove o uso de apply(). Por exemplo apply(function, *args, **kwargs) é convertido para function(*args, **kwargs).

asserts

Substitui o nome de método descontinuado unittest pelo nome correto.

De

Para

failUnlessEqual(a, b)

assertEqual(a, b)

assertEquals(a, b)

assertEqual(a, b)

failIfEqual(a, b)

assertNotEqual(a, b)

assertNotEquals(a, b)

assertNotEqual(a, b)

failUnless(a)

assertTrue(a)

assert_(a)

assertTrue(a)

failIf(a)

assertFalse(a)

failUnlessRaises(exc, cal)

assertRaises(exc, cal)

failUnlessAlmostEqual(a, b)

assertAlmostEqual(a, b)

assertAlmostEquals(a, b)

assertAlmostEqual(a, b)

failIfAlmostEqual(a, b)

assertNotAlmostEqual(a, b)

assertNotAlmostEquals(a, b)

assertNotAlmostEqual(a, b)

basestring

Converte a classe basestring para a classe str.

buffer

Converte a classe buffer para memoryview. Este fixador é opcional porque a a API da classe memoryview é semelhante, mas não exatamente a mesma que a da classe buffer.

dict

Corrige os métodos de iteração de dicionário. dict.iteritems() é convertido para dict.items(), dict.iterkeys() para dict.keys(), e dict.itervalues() para dict.values(). Similarmente temos o método, dict.viewitems(), dict.viewkeys() e dict.viewvalues() que são convertidos respectivamente para dict.items(), dict.keys() e dict.values(). Também encapsula os usos existentes de dict.items(), dict.keys(), e dict.values() em uma chamada para list.

except

Converte except X, T para except X as T.

exec

Converte a exec declaração para a função exec().

execfile

Remove o uso da função execfile(). O argumento para execfile() é encapsulado pelas funções open(), compile(), e exec().

exitfunc

Mudança de declaração de sys.exitfunc para usar o módulo atexit.

filter

Encapsula a função filter() usando uma chamada para a classe list.

funcattrs

Corrige atributos de funções que foram renomeados. Por exemplo, my_function.func_closure é convertido para my_function.__closure__.

future

Remove a declaração from __future__ import new_feature.

getcwdu

Renomeia a função os.getcwdu() para os.getcwd().

has_key

Modifica dict.has_key(key) para key in dict.

idioms

Este fixador opcional executa várias transformações que tornam o código Python mais idiomático. Comparações de tipo como type(x) is SomeClass e type(x) == SomeClass são convertidas para isinstance(x, SomeClass). while 1 vira while True. Este fixador também tenta usar sorted() nos lugares apropriados. Por exemplo, este bloco

L = list(some_iterable)
L.sort()

é alterado para:

L = sorted(some_iterable)
import

Detecta importações de irmãos e as converte em importações relativas.

imports

Muda o nome do módulo na biblioteca padrão.

imports2

Lida com outras renomeações de módulos na biblioteca padrão. É separado do fixador imports apenas por causa de limitações técnicas.

input

Converte input(prompt) para eval(input(prompt)).

intern

Converte a função intern() para sys.intern().

isinstance

Corrige tipos duplicados no segundo argumento de isinstance(). Por exemplo, isinstance(x, (int, int)) é convertido para isinstance(x, int) e isinstance(x, (int, float, int)) é convertido para isinstance(x, (int, float)).

itertools_imports

Remove importações de itertools.ifilter(), itertools.izip(), e itertools.imap(). Importações de itertools.ifilterfalse() também são alteradas para itertools.filterfalse().

itertools

Altera o uso de itertools.ifilter(), itertools.izip(), e itertools.imap() para os seus equivalentes embutidos. itertools.ifilterfalse() é alterado para itertools.filterfalse().

long

Renomeia a classe long para int.

map

Encapsula a função map() numa chamada a classe list. Isso também altera map(None, x) para list(x). Usando from future_builtins import map desabilitará esse fixador.

metaclass

Converte a sintaxe da metaclasse antiga (__metaclass__ = Meta no corpo da classe) para o novo formato (class X(metaclass=Meta)).

methodattrs

Corrige nomes de atributos de métodos antigos. Por exemplo meth.im_func é convertido para meth.__func__.

ne

Converte a sintaxe antiga “diferente”, <>, para !=.

next

Converte o uso de métodos de iterador next() para a função next(). Também renomeia métodos next() para __next__().

nonzero

Renomeia o método __nonzero__() para __bool__().

numliterals

Converte os literais octal para a nova sintaxe.

operator

Converte chamadas para várias funções no módulo operator para chamadas de função diferentes, mas equivalentes. Quando necessário, são adicionadas as declarações import adequadas, por exemplo import collections.abc. Os seguintes mapeamento são feitos:

De

Para

operator.isCallable(obj)

callable(obj)

operator.sequenceIncludes(obj)

operator.contains(obj)

operator.isSequenceType(obj)

isinstance(obj, collections.abc.Sequence)

operator.isMappingType(obj)

isinstance(obj, collections.abc.Mapping)

operator.isNumberType(obj)

isinstance(obj, numbers.Number)

operator.repeat(obj, n)

operator.mul(obj, n)

operator.irepeat(obj, n)

operator.imul(obj, n)

paren

Adiciona parênteses onde os mesmos não eram necessários em lista comprehensions. Por exemplo, [x for x in 1, 2] se torna [x for x in (1, 2)].

print

Converte a declaração print para a função print().

raise

Converte raise E, V para raise E(V), e raise E, V, T para raise E(V).with_traceback(T). Se E for uma tupla, a tradução ficará incorreta porque a substituição de tuplas por exceções foi removida no Python 3x.

raw_input

Converte a função raw_input() para input().

reduce

Manipula o movimento de reduce() para functools.reduce().

reload

Converte a função reload() para importlib:reload().

renames

Altera o sys.maxint para sys.maxsize.

repr

Substitui o repr de backtick pela função repr().

set_literal

Substitui o uso da classe set construtor pelo seu literal. Este fixador é opcional.

standarderror

Renomeia StandardError para Exception.

sys_exc

Altera os descontinuados sys.exc_value, sys.exc_type, sys.exc_traceback para utilizar agora a função sys.exc_info().

throw

Corrige a mudança de API no método gerador throw().

tuple_params

Remove o desempacotamento implícito do parâmetro da tupla. Este fixador insere variáveis temporárias.

types

Corrige o código quebrado pela remoção de alguns membros no módulo types.

unicode

Renomeia a classe unicode para str.

urllib

Manipula a renomeação dos módulos urllib e urllib2 para o pacote urllib.

ws_comma

Remove o espaço excessivo de itens separados por vírgulas. Este fixador é opcional.

xrange

Renomeia a função xrange() para range() e encapsula a chamada para função existente range() com list.

xreadlines

Altera de for x in file.xreadlines() para for x in file.

zip

Encapsula o uso da função zip() na chamada a classe list. Isso está desativado quando from future_builtins import zip aparecer.

lib2to3 - biblioteca 2to3’s

Código-fonte: Lib/lib2to3/


Deprecated since version 3.11, will be removed in version 3.13: Python 3.9 switched to a PEG parser (see PEP 617) while lib2to3 is using a less flexible LL(1) parser. Python 3.10 includes new language syntax that is not parsable by lib2to3’s LL(1) parser (see PEP 634). The lib2to3 module was marked pending for deprecation in Python 3.9 (raising PendingDeprecationWarning on import) and fully deprecated in Python 3.11 (raising DeprecationWarning). It will be removed from the standard library in Python 3.13. Consider third-party alternatives such as LibCST or parso.

Nota

A API do módulo lib2to3 deve ser considerado instável e pode mudar drasticamente no futuro.